Newsletter Opel

Newsletter Opel

Receba as últimas informações sobre a Opel e os produtos e serviços Opel diretamente na sua caixa de correio eletrónico.

Registe-se agora!

OPEL MOSTRA EMOÇÃO E MOBILIDADE
PARA O FUTURO NO SALÃO DE PARIS 2010.

4/Ago/2010

  • Novidade: concept-car GTC Paris alia velocidade e beleza;
  • Estreia mundial da nova carrinha Astra Sports Tourer;
  • Novo Meriva com gama de motores turbodiesel alargada;
  • Gama ecoFLEX com novidades que reduzem ainda mais as emissões de CO2;
  • Ampera: modelo eléctrico com extensor de autonomia entra em produção em 2011.

Sob os temas emoção e mobilidade para o futuro, a Opel vai fazer duas estreias mundiais e apresentar várias novidades de relevo na próxima edição do Salão Mundial do Automóvel de Paris – o certame automóvel mais visitado do mundo – que se realiza na capital francesa entre os dias 2 e 17 de Outubro.


Os cerca de 1,5 milhões de visitantes aguardados poderão admirar o concept-car GTC Paris, a nova Astra Sports Tourer – a variante station wagon do bem sucedido modelo compacto Astra – a gama completa do novo Meriva – agora com leque de motorizações turbodiesel alargado – e várias novas entradas na família ecoFLEX. No que diz respeito ao Ampera, a Opel mostrará os mais recentes desenvolvimentos do seu modelo eléctrico.

GTC Paris: novo concept-car da Opel alia velocidade e beleza.

“E a velocidade era pura beleza”. Esta frase simples, extraída do famoso romance ‘Jonathan Levingstone Seagull’, de Richard Bach, inspirou o trabalho dos desenhadores da Opel ao criarem o mais recente concept-car da marca alemã: o GTC Paris.


A frase de Bach é tão marcante que a equipa de design decidiu gravá-la no forro dos bancos.


A designação GTC Paris evoca tanto o carácter dinâmico do automóvel como a bela cidade que servirá de palco à sua estreia. Trata-se de um hatchback compacto desportivo, de proporções vistosas e linhas sofisticadas que estão de acordo com a recente linguagem de design da Opel.

Estreia mundial da carrinha Astra Sports Tourer.

Lançado no Salão de Frankfurt no final de 2009, o modelo Astra de cinco portas tem sido muito bem recebido pelo mercado, acumulando já cerca de 200 mil encomendas em menos de um ano. Em Paris, chega a altura de a Opel revelar a variante station wagon do seu modelo compacto. Esta carrinha elegante destaca-se pela versatilidade e é apresentada numa carroçaria estilizada, com porte atlético.


Partilhando o mesmo ADN de design e a designação Sports Tourer da carrinha Insignia do segmento acima, a Astra Sports Tourer possui o seu próprio apelo visual, sem esquecer o lado prático da utilização. O visual atraente é combinado com um compartimento de bagagens amplo. O desenho deste compartimento foi realizado a pensar na eficiência, integrando dispositivos de qualidade que maximizam a funcionalidade de transportar volumes num espaço cuja capacidade pode ir de 500 a 1550 litros. Com os bancos rebatidos, o comprimento disponível é agora de 1835 mm, mais 28 mm que na actual carrinha Astra.

A nova Astra Sports Tourer foi desenhada para facilitar o transporte de bagagens e outros volumes. O formato da bagageira apresenta paredes direitas, como na Insignia Sports Tourer, facilitando muito a arrumação e a fixação de objectos que raramente se adaptam a recantos pouco utilizáveis.


Os engenheiros da Opel dedicaram especial atenção à maximização da funcionalidade da nova Astra Sports Tourer. O sistema de bancos traseiros FlexFold permite que cada secção das costas dos bancos (proporção 60/40) possa ser rebatida através da simples pressão numa tecla localizada nas paredes laterais da bagageira. O sistema desbloqueia electricamente uma mola que activa automaticamente o rebatimento das costas dos bancos. A Astra Sports Tourer torna-se na primeira carrinha compacta a oferecer este sistema.


A cobertura do compartimento de bagagens desliza para cima com um simples toque da mão e recolhe completamente com outro movimento igualmente fácil. Tal como o sistema FlexFold, o Easy-Access Cargo Cover provém de produtos de segmentos de luxo.


Em utilização familiar ou profissional, a Astra Sports Tourer oferece o mesmo ambiente de qualidade a bordo da variante Astra de cinco portas. O desenho envolvente do tablier e de todo o habitáculo reforça a sensação de espaço e de segurança. Este habitáculo é tão prático quanto confortável. Os utilizadores poderão recorrer a variados espaços de arrumação para além do óbvio compartimento de bagagens. Por comparação com a actual geração, a nova carrinha Astra possui o dobro da capacidade para arrumação de pequenos objectos no habitáculo, num total de 25 litros. Consoante as versões de equipamento, a Astra Sports Tourer pode ter bancos dianteiros ergonómicos que oferecem conforto acrescido e sustentam o corpo dos ocupantes na melhor posição. Registe-se que a nova carrinha da Opel passa a ser a única no segmento dos automóveis compactos a possuir bancos com certificação da associação alemã de especialistas em ergonomia AGR.


A Astra Sports Tourer destaca-se pela elevada qualidade de materiais e acabamentos, e por integrar inovações da Opel que tornam a utilização do automóvel mais confortável e segura. Entre estas novas tecnologias está o chassis mecatrónico FlexRide com suspensão de controlo electrónico, o sistema de faróis AFL+ com iluminação adaptativa e o sistema Opel Eye com câmara capaz de reconhecer sinais de trânsito e avisar o condutor quando sai inadvertidamente da faixa de rodagem. Para além disso, os engenheiros da Opel estão a desenvolver a próxima geração de suportes integrados para transporte de bicicletas FlexFIX, com lançamento previsto para a Sports Tourer no próximo ano.

Novo Meriva: gama alargada de motores turbodiesel focados na eficiência.

O campeão da versatilidade Opel Meriva vai revelar em Paris a gama completa de motorizações, que passará a contar com três novos propulsores a gasóleo que se vêm juntar aos dois turbodiesel e aos três a gasolina que já estavam disponíveis desde o lançamento. O Meriva oferece agora à escolha um leque de oito motores, com potências desde 75 cv a 140 cv – uma gama muito mais vasta que qualquer outro produto concorrente directo.

 

Em linha com a estratégia da Opel de reduzir cada vez mais a pegada ambiental dos seus modelos, a nova versão Meriva ecoFLEX com motor 1.3 CDTI de 95 cv oferece uma potência superior em 21 por cento e emissões inferiores em 11 por cento (119 g/km de CO2) face à versão 1.3 CDTI de 75 cv.

 

Também novos são os potentes motores 1.7 CDTI de 110 cv e 130 cv, com binário até 300 Nm, que apresentam valores médios de consumo de combustível de 5,2 l/100 km. Todos os motores Diesel do Meriva estão dotados de série de filtro de partículas e cumprem a norma Euro 5.

 

A par desta gama alargada de motorizações, o Meriva oferece também uma variedade de equipamentos inovadores que optimizam a utilização do espaço e fazem deste modelo o campeão da versatilidade.

Novas versões na gama ecoFLEX

A Opel continua a efectuar novos desenvolvimentos no plano tecnológico para melhorar a eficiência da família de modelos ecoFLEX. Na verdade, a gama beneficiou de várias transformações nos últimos seis meses.

 

Em Paris será a vez de a marca alemã revelar o Corsa e o Ágila com tecnologia Start/Stop, o Meriva 1.3 CDTI ecoFLEX e a versão evoluída do Insignia 2.0 CDTI ecoFLEX.

 

A Opel passa a disponibilizar a tecnologia Start/Stop no Corsa 1.3 CDTI (75 cv) e no Ágila 1.2 a gasolina (94 cv), a par de uma evolução para a norma Euro 5 e da optimização dos motores que se traduz numa redução significativa do consumo em utilização citadina. No final de 2011, as gamas principais de modelos da Opel oferecerão a tecnologia Start/Stop.

 

Consumo de combustível e emissões de CO2 foram também reduzidos na versão ecoFLEX do Insignia, de 5,2 l/100 km e 136 g/km para 4,9 l/100 km e 129 g/km, o que demonstra que a marca alemã está apostada em reduzir – e em última fase, eliminar – a dependência de combustíveis fósseis.

Gama ecoFLEX - estreias no Salão de Paris

Potência

cv (kW)

Consumo médio

(l/100 km)

Emissões CO2

(g/km)

Insignia 2.0 CDTI ecoFLEX
 118/160
 4.9
129
Agila 1.2 ecoFLEX (gasolina) com Start/Stop
 69/94
 5.0
116
Corsa 1.3 CDTI 7 com Start/Stop
 55/75
 4.0
105
Meriva 1.3 CDTI ecoFLEX
 70/95
 4.5
119

 

 

Opel Ampera: automóvel eléctrico com extensor de autonomia vai a qualquer lado, em qualquer altura.

O objectivo da Opel é de disponibilizar na Europa o primeiro automóvel eléctrico com extensor de autonomia. O desenvolvimento mais recente do Opel Ampera, que vai ser exibido em Paris, demonstra que a marca está a cumprir o calendário que estipulou para iniciar a produção do revolucionário modelo no final de 2011.

O Opel Ampera vai ser o primeiro automóvel eléctrico que não coloca limitações à utilização e consegue proporcionar mobilidade livre de emissões. Graças a um sistema de propulsão único que garante grande capacidade de aceleração e elevados níveis de refinamento, o Ampera de cinco portas tem lotação para quatro ocupantes, bagageira de grandes dimensões e garante autonomia superior a 500 quilómetros. O Ampera ajusta-se perfeitamente aos padrões de condução diária da larga maioria dos automobilistas europeus. Por exemplo, os estudos demonstram que cerca de 80 por cento dos condutores alemães percorrem menos de 50 quilómetros por dia.

 

O Ampera é alimentado a electricidade em todas as situações. Em deslocações até 60 quilómetros de distância, a electricidade é fornecida por uma bateria de iões de lítio de 16 kWh de capacidade.

 

Enquanto circula com electricidade entregue pela bateria, as emissões de CO2 do Ampera são nulas. Quando a carga da bateria se aproxima do fim, o sistema de propulsão liga automaticamente um motor/gerador alimentado a gasolina que, com depósito de combustível cheio, estende a autonomia total para mais de 500 km. A bateria de iões de lítio recarrega em cerca de três horas (a 230V) através de uma qualquer tomada doméstica. Ao contrário dos veículos eléctricos convencionais exclusivamente equipados com bateria, o Ampera elimina por completo a preocupação ligada à gestão que o condutor precisa fazer da autonomia. O modelo da Opel proporciona aos condutores a confiança de que a bateria descarregada não os deixará parados na estrada.

 

Em formato de ‘T’, a bateria do Ampera é constituída por 280 células de iões de lítio e garante um débito elevado de potência. A unidade eléctrica disponibiliza 370 Nm de binário instantâneo, o equivalente a 150 cv de potência. O eléctrico da Opel cumpre a aceleração de 0 a 100 km/h em cerca de 9 segundos e consegue atingir a velocidade máxima de 161 km/h.

 

O Ampera estará disponível também em versão de volante à direita para o Reino Unido, ostentando o logótipo da Vauxhall.