Newsletter Opel

Newsletter Opel

Receba as últimas informações sobre a Opel e os produtos e serviços Opel diretamente na sua caixa de correio eletrónico.

Registe-se agora!

OPEL BRILHA NA CIDADE LUZ: DUAS ESTREIAS MUNDIAIS E NÃO SÓ.

Opel no Mondial de l’Automobile 2010, em Paris.

30/Set/2010

  • Estreia: concept car GTC Paris é um tributo emocional à performance;
  • Estreia: Opel Astra Sports Tourer, carrinha atraente e funcional;
  • Opel Ampera pronto para produção em 2011;
  • Inovações ecoFLEX: Opel prossegue na senda da compatibilidade ambiental;
  • Opel Meriva, campeão da flexibilidade completa a gama de motorizações.

Com duas estreias mundiais de grande relevo e a apresentação de uma série de inovações tecnológicas, a gama Opel brilha em Paris.

 

Os visitantes do salão Mondial de l’Automobile (2 – 17 de Outubro) poderão apreciar, pela primeira vez, a visão da Opel no que se refere a um automóvel desportivo a preço acessível, o GTC Paris, e a nova station wagon Astra Sports Tourer.

 

O stand da Opel no pavilhão 5.2 (stand 501) exibirá igualmente algumas alterações aos modelos ecológicos ecoFLEX, oferecerá aos visitantes a oportunidade de observar a nova família alargada de motorizações do Meriva e actualizará informações sobre o modelo eléctrico Ampera com autonomia alargada.

«A Opel está plena de energia e queremos que isso fique patente. A nossa exposição em Paris vai captar a atenção do público com modelos de qualidade equipados com tecnologias inovadoras e apresentados com um design emocional», afirma o Presidente-Executivo da Opel, Nick Reilly.

Opel mostra o GTC Paris como o automóvel de sonho alcançável

Expondo o lado mais emocional da linguagem de design da Opel, o concept car GTC Paris foi concebido para ser o automóvel de sonho que está ao alcance, assegurando a precisão e inovação da engenharia alemã aliadas ao design surpreendente. A inspiração veio, em parte, do famoso romance de Richard Bach, Jonathan Levingston Seagull “... e a velocidade era pura beleza.”

 

O significado desta frase toma forma no carácter do desportivo compacto de três portas, com linhas e superfícies desenhadas para resultarem numa postura musculada.

O GTC Paris um automóvel simultaneamente ousado e depurado, e tem uma presença marcante. Com os 4,46 metros de comprimento, este modelo oferece espaço para cinco ocupantes.


Os modelos que se tornaram ícones provieram, na sua maioria, de esboços de silhuetas. Muitos deles podem ser desenhados com duas ou três linhas rápidas. É o que acontece com o novo concept car da Opel. Na perspectiva de perfil do GTC Paris, os designers criaram grande tensão limitando o número de linhas. Semelhantes aos tendões de um atleta, estas linhas criam tensão e configuram uma forma esculpida. Servem de ponto de partida com o qual os pontos de destaque e as superfícies interagem, ao mesmo tempo que destacam as rodas de forma muito atlética.


A assinatura Opel está introduzida na mesma direcção em que figurou pela primeira vez no Insignia – uma linha fina e nítida que ascende a partir da embaladeira, no começo da porta dianteira. Uma segunda linha engloba o manípulo da porta e prolonga-se até à traseira, sublinhando a beleza do veículo ao alargar as superfícies para um plano inferior que destaca a linha de cintura. A terceira linha, que segue a silhueta do tejadilho, é salientada por um remate de alumínio escovado, acentuando a superfície vidrada e conduzindo o olhar para o grande spoiler integrado no topo da tampa da bagageira.


Fazendo eco das formas simples e fluidas da carroçaria, as principais características do habitáculo do GTC Paris são as linhas amplas e a utilização arrojada dos tecidos. O habitáculo está centrado no condutor, utilizando a cor num esquema positivo/negativo Enquanto o banco do condutor se apresenta em vermelho com costuras a preto, o resto do habitáculo está forrado a preto com costuras vermelhas.


A tecnologia de ponta da Opel para modelos compactos é levada ao nível mais desportivo no GTC Paris. O chassis apresenta uma configuração especial com uma vias mais larga. Caracteriza-se por um eixo de torção composto com ligação Watt, exclusivo da Opel, na traseira, por uma versão nova e actualizada do chassis mecatrónico adaptável FlexRide e pelo diferencial autoblocante à frente. O GTC Paris está equipado com jantes de 21 polegadas.


O trem motopropulsor do GTC Paris é composto por um motor sobrealimentado de quatro cilindros e 2,0 litros de cilindrada, com injecção directa de gasolina, que debita 290 cv de potência. Está equipado com tecnologia Start/Stop, demonstrando que os condutores podem aliar a elevada performance à máxima rentabilidade do combustível em condições de condução urbana. A transmissão está a cargo de uma caixa manual de seis velocidades.

Novo Astra Sports Tourer oferece o mais elevado nível de qualidade e funcionalidade num design elegante

A nova carrinha Astra Sports Tourer traz elegância, funcionalidade e tecnologia ecológica ao segmento compacto, oferecendo elevada versatilidade. Partilhando com a Insignia o ADN de design da Opel e a denominação Sports Tourer, o Astra Sports Tourer também tem um foco idêntico na elevada qualidade e funcionalidade.

 

Formas esculpidas envolvem o habitáculo com todos os atributos amplamente aclamados do Astra de dois volumes, a que acresce a ampla capacidade de carga.

 

A bagageira desenhada para rentabilizar o espaço, permitindo transportar volumes até 1.550 litros, é complementada por elementos engenhosos e próprios de segmentos superiores, nomeadamente os novos bancos traseiros FlexFold, que se rebatem com um simples toque numa tecla.

 

O visual moderno é reforçado por uma condução dinâmica. O Astra Sports Tourer tem em comum com o modelo de dois volumes/cinco portas a suspensão traseira inovadora e o chassis mecatrónico FlexRide. Outras características de topo, como o sistema AFL+ de faróis adaptativos e os bancos dianteiros certificados por ortopedistas, acrescentam conforto e segurança ao prazer de condução.

 

Uma vasta gama de motorizações composta por nove unidades de baixo consumo disponibiliza um leque de potências entre 95 cv e 180 cv. A tecnologia Start/Stop, economizadora de combustível, será introduzida primeiro no motor CDTI de 1,3 litros no início do próximo ano, traduzindo-se num nível de emissões de CO2 de apenas 109 g/km.

Gama de motorizações alargada do Meriva traz mais escolhas

Sendo já notícia pelo seu design, extraordinária versatilidade e poder de sedução, o novo Opel Meriva amplia a oferta de motorizações Diesel.

 

Com potências que vão de 75 cv a 140 cv, o Meriva passa a disponibilizar cinco motores turbodiesel e três unidades a gasolina.

 

Contudo, a versatilidade do Meriva não se prende apenas com as motorizações; a segunda geração do pequeno monovolume da Opel foi dotada de um design elegante com linhas dinâmicas.

 

Oferece uma ampla escolha de soluções inovadoras para optimização do aproveitamento do espaço, nomeadamente o sistema extremamente versátil de bancos traseiros FlexSpace que permite aos utilizadores rebater todos os bancos para obtenção da máxima capacidade de carga ou dispô-los de forma a acomodar cinco, quatro, três ou dois ocupantes.

 

As portas traseiras FlexDoors de abertura antagónica (dobradiças posteriores) facilitam o acesso ao habitáculo, especialmente aos pais que transportam filhos. Finalmente, o sistema de consola FlexRail disponibiliza uma grande variedade de configurações para arrumação de objectos.

 

O Meriva foi, além disso, concebido a pensar na ergonomia, de forma a garantir uma interacção eficiente e segura dos utilizadores com o automóvel.

 

O ‘Campeão da Versatilidade’, como já ficou conhecido, é o primeiro automóvel de sempre a receber o selo de aprovação de uma associação de médicos independentes e especialistas em ergonomia, denominada Aktion Gesunder Rücken (AGR), pelo seu sistema ErgoFlex. Este sistema inclui bancos dianteiros ergonómicos ao nível dos melhores do segmento, FlexSpace, FlexDoors e ainda o sistema FlexFix - o porta-bicicletas exclusivo da Opel integrado no pára-choques traseiro.

Tecnologia ecoFLEX

A Opel cria os seus produtos a pensar na mobilidade eficiente que não compromete a performance – mas a um preço acessível. Numa altura em que a compatibilidade ambiental e a economia estão no topo das prioridades, a ampla gama de modelos ecoFLEX da Opel vai ao encontro das mais variadas exigências – desde um modelo pequeno ou uma carrinha de dimensões médias, a um pequeno monovolume ou uma berlina confortável de maiores dimensões. Do Ágila ao Zafira, a Opel comercializa veículos que alimentados eficientemente a gasolina, gasóleo, Gás de Petróleo Liquefeito (GPL) e Gás Natural Comprimido (GNC).


Ainda este ano, novas versões do Ágila 1.2 ecoFLEX (94 cv) e do Corsa 1.3 CDTI (75 cv) passam a estar equipadas com tecnologia Start/Stop. A Opel irá igualmente introduzir esta tecnologia economizadora de combustível no Astra e no Meriva. Até ao final de 2011, o sistema Start-Stop passará a estar disponível em todas as linhas de produtos Opel.


Na sua cruzada para reduzir o consumo de combustível, a Opel não compromete a performance. Testemunhando o trabalho contínuo desenvolvido pela marca alemã no sentido de melhorar a eficiência da sua gama ecoFLEX, a linha de produtos teve alterações significativas nos últimos seis meses. Um exemplo: na gama Insignia, o consumo de gasóleo nas versões sédan mais recentes do 2.0 CDTI ecoFLEX (130 cv e 160 cv) baixou de 5,2 para 4,8 l/100 km, e as emissões de CO2 de 136 para 129 g/km.

Ampera: pronto para o início da produção no próximo ano

No Salão de Paris, a Opel confirma que está preparada para iniciar no próximo ano a produção e comercialização do seu pioneiro automóvel eléctrico Ampera equipado com extensor de autonomia.

 

O Opel Ampera é o primeiro modelo europeu de propulsão eléctrica que garante a liberdade de circular sempre que se quiser, para onde se quiser.

 

Com um sistema inédito de propulsão eléctrica, que proporciona elevada capacidade de aceleração e oferece elevados níveis de conforto, o Ampera de cinco portas acomoda quatro passageiros, oferece um amplo espaço na bagageira e apresenta autonomia alargada superior a 500 quilómetros.