Newsletter Opel

Newsletter Opel

Receba as últimas informações sobre a Opel e os produtos e serviços Opel diretamente na sua caixa de correio eletrónico.

Registe-se agora!

CINCO ESTRELAS EURO NCAP PARA O AMPERA.

26/Ago/2011

  • Automóvel eléctrico da Opel cumpre os mais rigorosos padrões de segurança;
  • Ampera suplantou níveis exigidos para a classificação máxima em cada categoria;
  • Primeiro automóvel a alcançar a pontuação máxima no ‘teste do poste’.
Opel Ampera

O Opel Ampera alcançou a pontuação máxima de cinco estrelas nos testes de segurança realizados pela organização independente Euro NCAP (European New Car Assessment Program).


Com este resultado, o automóvel eléctrico da Opel – o primeiro modelo na Europa dotado de extensor de autonomia – atingiu o nível mais elevado de segurança, juntando-se a todos os actuais produtos da marca que também já foram testados pela Euro NCAP e obtiveram a classificação de topo.


Em todas as categorias do teste, incluindo protecção dos ocupantes, segurança de crianças, protecção de peões e sistemas de segurança, o Opel Ampera reuniu um número de pontos superior ao que é exigido para ser classificado com cinco estrelas.


«Temos uma longa tradição no que toca a garantir os padrões de segurança mais elevados possíveis.

O Ampera dá continuidade à nossa liderança em tecnologia de segurança, com resultados notáveis. Não se limita a cumprir os requisitos; excede os limites exigidos para chegar ao patamar da classificação máxima em cada um dos testes Euro NCAP. Este é um feito que nos orgulha muito», afirma o Chief Executive Officer da Opel, Karl-Friedrich Stracke.

As notas elevadas alcançadas pelo Ampera devem-se à conjugação de uma estrutura de carroçaria sólida, uma célula de habitáculo rígida e sistemas de retenção eficazes. O modelo da Opel obteve excelentes pontuações nos impactos laterais, tornando-se no primeiro automóvel alguma vez testado no Euro NCAP a alcançar o máximo de pontos possíveis no ‘teste do poste’. Neste exigente ensaio, que passou a fazer parte da metodologia em 2009, o automóvel é projectado lateralmente, a uma velocidade de 29 km/h, contra um poste rígido que simula uma árvore.


A célula de habitáculo é extremamente rígida e foi desenhada para garantir a menor deformação possível em caso de acidente, mantendo a máxima integridade possível. Para dissipar a energia resultante de um embate, as secções laterais, dianteira e traseira possuem zonas de deformação programada.


A segurança do sistema eléctrico do Ampera também foi alvo de verificações após cada colisão da série de testes, não tendo apresentado falhas. A bateria, composta por 288 células alinhadas num conjunto de nove módulos, está localizada no centro ao nível do piso, sendo a estrutura do automóvel construída à sua volta. A bateria está eficazmente protegida e, no caso de um embate, permanece na posição. O sistema de segurança dos componentes eléctricos está desenhado para garantir ausência de alta tensão após um acidente. Em caso de emergência, a bateria pode ser facilmente desligada. A arquitectura de segurança do Ampera prevê que, na sequência de uma colisão, não haja qualquer vestígio de electrólito líquido da bateria no habitáculo e que, em caso de derrame, não seja encontrado fora da bateria, e sempre fora do habitáculo, um volume superior a 7 por cento do total deste líquido.

Os dispositivos de segurança activa e passiva do Opel Ampera incluem:

  • sistemas de travagem ABS de quatro canais, controlo electrónico de tracção, distribuição da força de travagem controlada electronicamente, ‘Brake Assist’, e controlo electrónico de estabilidade (ESP);
  • um total de oito airbags – frontais, laterais, de cortina e de joelhos;
  • ligações Isofix para a fixação de cadeiras de segurança para crianças;
  • e sistema de libertação de pedais, que desacopla os pedais no caso de um embate frontal mais forte, reduzindo o risco de lesões nos membros inferiores do condutor.


A estrutura do Opel Ampera é baseada na arquitectura global da GM para automóveis compactos. Trata-se da mesma onde assenta o Opel Astra, modelo que obteve também classificação máxima nos testes Euro NCAP.

Opel Ampera

Mobilidade eléctrica sem limitações

O Opel Ampera é o primeiro automóvel eléctrico que não impõe limitações de utilização. Com quatro lugares e bagageira volumosa, a tracção deste Opel é assegurada por um motor eléctrico de 111 kW (150 cv) alimentado por uma bateria de iões de lítio de 16 kWh de capacidade.


A autonomia situa-se num intervalo de 40 a 80 km, dependendo do tipo de condução. Os dados estatísticos revelam que esta autonomia é suficiente para uma utilização diária isenta de emissões, visto que 80 por cento dos condutores percorrem menos de 60 quilómetros nas suas deslocações quotidianas. Quando a bateria atinge o nível mínimo de carga, o sofisticado sistema de motorização do Ampera acciona automaticamente um gerador a gasolina, instalado a bordo, que produz electricidade para alimentar o motor eléctrico.


Esta tecnologia de extensão de autonomia garante ao Ampera uma autonomia superior a 500 quilómetros, sem necessidade de recarregar a bateria ou parar para abastecer.