Newsletter Opel

Newsletter Opel

Receba as últimas informações sobre a Opel e os produtos e serviços Opel diretamente na sua caixa de correio eletrónico.

Registe-se agora!

OPEL MULTIPLICA OFERTA DE MODELOS
DE BAIXO CONSUMO DE COMBUSTÍVEL.

8/Ago/2011

  • Modelos Opel Ágila, Corsa, Meriva e Astra com consumos ainda mais baixos;
  • Corsa: ecoFLEX com Start/Stop também para motores a gasolina;
  • Meriva: novo 1.3 CDTI ecoFLEX com Start/Stop e apenas 109 g/km CO2;
  • Astra: novo motor 1.7 CDTI; versão ecoFLEX emite apenas 99 g/km CO2.
Opel Astra ecoFLEX

Reduções dos consumos e novas funcionalidades são apenas duas das vertentes que orientam a renovação da gama de produtos que a Opel vai efectuar já em Setembro. Graças à expansão da oferta de tecnologias ecoFLEX em toda a linha de modelos, o número de modelos de baixo consumo de combustível aumenta para mais do dobro.


O novo Astra ecoFLEX é um dos exemplos mais evidentes da economia de combustível que a tecnologia ecoFLEX alcança em combinação com o sistema Start/Stop. Com um consumo médio de apenas 3,7 litros de gasóleo aos 100 km e emissões tão baixas como 99 g/km CO2, este passa a ser o Astra menos poluente e mais económico de sempre, apesar de estar equipado com um motor 1.7 CDTI e oferecer uma elevada potência de 130 cv (96 kW).


O sistema Start/Stop está agora também disponível com motores a gasolina para o Corsa. Nos modelos 1.2 e 1.4 a Opel consegue uma redução média do consumo de 0,4 l/100 km e baixa as emissões de CO2 para 119 g/km.


O Meriva 1.3 CDTI está igualmente mais económico graças ao sistema Start/Stop e à tecnologia ecoFLEX. No ciclo misto, o consumo do Meriva 1.3 CDTI ecoFLEX revela uma redução média de 0,4 litros aos 100 km, tendo as emissões de CO2 baixado para escassos 109 g/km – um dos melhores valores na sua categoria.

Opel Agila: novo 1.0 ecoFLEX reduz emissões para 109 g/km CO2


O Opel Agila 1.0 ecoFLEX vê a potência aumentar de 65 para 68 cv e passa a apresentar menores valores de consumo e emissões de CO2. No ciclo misto, o consumo do Ágila 1.0 ecoFLEX consome 4,8 l/100 km (contra os anteriores 5,1 l/100 km), ao mesmo tempo que as emissões de CO2 baixam para escassos 109 g/km. Estas melhorias foram conseguidas graças ao trabalho realizado para reduzir o atrito no motor, reflectindo ainda a integração de um duplo comando variável de válvulas (VVT) e um novo alternador.


Opel Corsa: tecnologia Start/Stop agora também nos motores a gasolina


As evoluções do modelo Corsa sucedem-se. No ano passado foi um novo chassis e uma nova direcção; no início de 2011, um novo visual, uma gama de cores alargada e uma versão ecoFLEX com consumo particularmente baixo; agora, em Setembro, é a vez de os motores a gasolina receberem importantes evoluções.


Para além do motor 1.3 CDTI ecoFLEX (95 cv e 3,6 l/100 km) – que foi um dos primeiros neste segmento de mercado a receber o Start/Stop –, os renovados motores a gasolina 1.2 ecoFLEX (85 cv) e 1.4 ecoFLEX (100 cv) passam a estar disponíveis com aquele sistema de economia de combustível. Estão equipados com bateria de elevado desempenho, motor de arranque de alto rendimento e pneus 185/65 R 15 com baixa resistência ao rolamento.


A inclusão do sistema Start/Stop nestes propulsores traduz-se numa redução média de 0,4 litros no consumo de combustível, que baixa para 5,1 l/100 km na unidade 1.2 e para 5,3 l/100 km no motor 1.4. Na condução urbana, onde o sistema revela a sua mais-valia, a redução é de 0,8 l/100 km, o que permite um decréscimo das emissões de CO2 para 119 g/km nas variantes do Corsa a gasolina.


Opel Meriva: Start/Stop baixa o consumo em cidade para apenas 4,8 l/100 km


À semelhança do que acontece no Corsa, a Opel alarga também ao Meriva a oferta de motorizações com tecnologia Start/Stop e ecoFLEX. No novo Meriva 1.3 CDTI ecoFLEX com Start/Stop (95 cv), o consumo no ciclo urbano é reduzido para 4,8 litros (contra 5,6 litros da versão anterior sem Start/Stop), o que representa um decréscimo de 0,8 l/100 km. Mesmo no ciclo misto, a tecnologia economizadora de combustível deixa a sua marca, com uma redução média de 0,4 litros na média de consumo de gasóleo aos 100 km. E com um nível de emissões de CO2 de apenas 109 g/km, o Meriva 1.3 CDTI ecoFLEX com Start/Stop está entre os melhores da sua categoria.


Opel Astra: nova versão ecoFLEX tem 130 cv e consome apenas 3,7 l/100 km


Um ponto importante na agenda da renovação da gama Astra é a redução do consumo e das emissões de CO2, pelo que este modelo compacto de grande sucesso passa a estar disponível com um amplo leque de motores equipados com o sistema Start/Stop.


Em Setembro, o Astra recebe uma nova evolução do motor 1.7 CDTI. A nova unidade turbodiesel, optimizada em termos de atrito e equipada com a mais recente geração de injecção directa common rail, destaca-se com um novo sistema de gestão electrónica do motor que foi inteiramente concebido pelos engenheiros da Opel. Este sistema assegura um desempenho optimizado, menor consumo de gasóleo e um nível inferior de ruído e vibração. O novo motor 1.7 CDTI debita 130 cv de potência e um binário máximo de 300 Nm.


O novo Astra 1.7 CDTI ecoFLEX de cinco portas oferece uma combinação única de economia e performances elevadas. Apresenta um consumo de apenas 3,7 litros de gasóleo aos 100 km e emissões de CO2 abaixo de 100 g/km (99 g/km) – o que o torna no Astra menos poluente e mais económico de sempre. O modelo Astra ecoFLEX está dotado de sistema Start/Stop, bateria de elevado desempenho, motor de arranque de alto rendimento e pneus de baixa resistência ao rolamento. Integra, além disso, um sistema de recuperação da energia de travagem, caixa de velocidades optimizada, gestão térmica aperfeiçoada, grelha do radiador com deflector automático de ar, carroçaria com menor altura ao solo e luzes de condução diurna LED.


Por seu turno, o Astra turbodiesel mais potente, tanto nas variantes de 5 portas como Sports Tourer, recebe uma evolução do motor 2.0 CDTI com potência aumentada de 160 para 165 cv, passando também a estar equipado com sistema Start/Stop.

Corsa OPC Nürburgring Edition

O Corsa mais potente de sempre: OPC Nürburgring Edition


Setembro marca igualmente a chegada do Opel Corsa mais potente e desportivo de sempre – o Corsa OPC Nürburgring Edition.


Por comparação com o Corsa OPC, o motor 1.6 Turbo do OPC Nürburgring Edition oferece ainda mais potência – 210 cv em vez de 192 cv – e binário mais elevado – um máximo de 280 Nm (com overboost) em vez de 266 Nm no Corsa OPC.


O modelo possui uma suspensão desenvolvida em parceria com o especialista Bilstein, diferencial autoblocante mecânico multi-disco e sistema de travagem dianteiro Brembo.


O Corsa OPC Nürburgring Edition acelera de zero a 100 km/h em apenas 6,8 segundos (0,4 segundos mais rápido que a versão OPC) e alcança uma velocidade máxima de 230 km/h (em vez de 225 km/h).


O equipamento inclui jantes de liga leve de 18 polegadas, bancos desportivos OPC Recaro para o condutor e passageiro da frente. Esta série limitada também se distingue pelo logótipo ‘Nürburgring’ colocado nos bancos e, exteriormente, nos pilares B. O preço do Corsa OPC Nürburgring Edition é de 30.900 euros.


Sistema porta-bicicletas FlexFix ainda mais prático


A Opel evolui o prático sistema porta-bicicletas FlexFix, o qual pode agora ser combinado em opção com o sistema Park Pilot no Corsa, Meriva e Astra de cinco portas. A inovação FlexFix continua a ser um exclusivo da Opel. Tal como a marca tinha anunciado por ocasião do lançamento do Astra Sports Tourer, no início deste ano, o porta-bicicletas fica agora também disponível nesta variante Astra. A station wagon Sports Tourer oferece um sistema FlexFix que está ainda mais fácil de utilizar e oferece uma funcionalidade alargada.


Sistemas de infoentretenimento mais completos para o Meriva e o Astra


Os novos sistemas de infoentretenimento lançados com o Insignia – Navi 600 e Navi 900 – podem equipar o Meriva e o Astra já a partir de Setembro. Os novos sistemas são superiores às versões anteriores baseadas em CD ou DVD, em termos do número de funcionalidades oferecidas. Todo o material cartográfico está armazenado em cartões SD, podendo os mapas ser adaptados de acordo com a vontade do utilizador. Para além dos pontos de interesse (POI) predefinidos, é possível descarregar e armazenar mais POI no cartão SD. Outra funcionalidade prática a par dos trajectos mais rápidos e mais curtos, o sistema de navegação permite ainda a selecção do percurso mais económico, ou seja, o que implica um menor consumo de combustível.


O sistema Navi 900 Europa apresenta igualmente função de reconhecimento de voz e de diário de bordo – este último com a opção de separar os registos de deslocações particulares e de viagens profissionais.