Newsletter Opel

Newsletter Opel

Receba as últimas informações sobre a Opel e os produtos e serviços Opel diretamente na sua caixa de correio eletrónico.

Registe-se agora!

NOVO ASTRA GTC: VISUAL DESPORTIVO E DINÂMICA APURADA.

7/Jun/2011

  • Estilo atraente: coupé desportivo de dimensões compactas;
  • Chassis exclusivo: todas as versões GTC equipadas com suspensão dianteira de elevado desempenho;
  • Espaçoso, versátil e repleto de tecnologias inovadoras.
Novo Opel Astra GTC: visual desportivo e dinâmica apurada

A Opel vai ter este ano um Outono especialmente activo com o lançamento de três novos ícones: o revolucionário Ampera eléctrico com autonomia alargada, o Zafira Tourer de nova geração e o Astra GTC desportivo de três portas. O GTC fará a sua estreia mundial no 64.º Salão Automóvel de Frankfurt, que decorrerá entre 15 e 25 de Setembro de 2011.


O novo Astra GTC destaca-se pelo design marcante e pelo comportamento dinâmico em estrada.


As formas esculpidas da carroçaria, onde sobressai a atenção aos detalhes, acrescentam beleza e equilíbrio às linhas aerodinâmicas deste coupé.


Dinamicamente, há que destacar desde logo que todas as versões Astra GTC beneficiam de uma configuração especial da suspensão dianteira, com HiPerStrut – conjunto mola/amortecedor de elevada performance –, combinada de forma ideal com o engenhoso eixo traseiro com paralelogramo de Watt, patenteado pela Opel. Esta conjugação assegura uma estabilidade ímpar e ainda maior precisão no comportamento dinâmico. No segmento dos automóveis compactos, são poucos os desportivos que oferecem uma arquitectura de chassis tão sofisticada.


«O Astra GTC é o elemento mais desportivo da família Opel», explica Karl-Friedrich Stracke, CEO da Opel/Vauxhall. «Foi concebido para ser um coupé apetecível, com performances marcantes, sem deixar de ser acessível, espaçoso e versátil. Estamos convencidos de que o GTC trará uma lufada de ar fresco ao segmento dos desportivos compactos».


O GTC ocupa o topo da gama Astra em matéria de design e dinâmica de condução. Devendo representar cerca de 15 a 20 por cento das vendas totais do Astra na Europa, a nova variante vai dar ainda mais energia à bem sucedida gama do compacto da Opel, que viu a sua quota europeia de segmento aumentar de 8,3% em 2009 para 11,4% em 2010.

Novo Opel Astra GTC: visual desportivo e dinâmica apurada

Carroçaria musculada com linhas vincadas

O novo desportivo Astra GTC, de cinco lugares, é dono de um design único: não partilha qualquer elemento exterior com outros membros da família Astra, à excepção das caixas dos retrovisores exteriores e da antena. Os modelos de jantes, com medidas de 17 a 20 polegadas, são igualmente exclusivos do GTC.


«Quisemos que o Astra GTC fosse a expressão por excelência da linguagem de design da Opel, resumida na fórmula ‘arte escultural aliada à precisão alemã’, e que espelhasse a nossa paixão pelo automóvel», refere Mark Adams, Vice-Presidente da Opel/Vauxhall para o Design.


«Não queríamos, no entanto, que a emoção se sobrepusesse à funcionalidade: o Astra GTC é um automóvel engenhoso e acessível, que pode ser utilizado todos os dias.»


Os desenhadores da Opel exploraram ao máximo a forma do perfil do automóvel, limitando o número de linhas marcantes: apenas três são o suficiente para criar tensão e esculpir a forma do Astra GTC. A ‘lâmina’ de assinatura Opel é introduzida na mesma direcção que no Insignia – uma linha fina e bem definida que desce da porta dianteira até à parte inferior do guarda-lamas traseiro – e confere energia ao flanco da carroçaria. Uma segunda linha envolve o manípulo da porta e prolonga-se à traseira, sublinhando a atitude dinâmica do GTC ao alargar as superfícies até a um fino rebordo inferior e ao ombro largo. A terceira linha, seguindo a silhueta bem definida do tejadilho, apresenta acabamento em preto brilhante e acentua o grafismo da janela, que conduz o olhar para um spoiler bem integrado.


A secção dianteira apresenta o típico vinco central da Opel no capôt e é marcada pelas ópticas esguias a lembrar olhos de águia. Os faróis integram luzes diurnas em cujo grafismo pontua a forma de asa. Estas ópticas ladeiam uma elegante barra cromada com o emblema Opel integrada na grelha trapezoidal que foi posicionada mais abaixo vincar o carácter desportivo do automóvel.


A chamada linha de ombros é a parte que mais se destaca no Astra GTC. A proeminência desta linha confere ao GTC uma presença marcante em estrada ao realçar a postura baixa e larga. A linha proveniente do pilar C flui em direcção à traseira, curvando e fundindo-se no spoiler traseiro, que se encontra integrado na linha contínua do tejadilho, Atrás, os farolins com LED também sublinham o motivo ‘asa’.

Novo Opel Astra GTC: visual desportivo e dinâmica apurada

Suspensão dianteira exclusiva garante maior precisão da direcção

O chassis mecatrónico (conjugação de sistemas mecânicos e electrónicos) do Astra GTC apresenta uma configuração de suspensão dianteira exclusiva, semelhante à do Insignia OPC, que melhora o comportamento dinâmico e assegura maior precisão da direcção.


Por comparação com o Astra de cinco portas, a altura da carroçaria ao solo foi reduzida em 15 mm e as dimensões do chassis aumentaram ligeiramente. Devido a braços de controlo da suspensão mais longos na traseira, a distância entre eixos aumenta 10 mm, de 2.685 para 2.695 mm. Ambas as vias são mais largas, com 1.584 mm (+ 40 mm) à frente e 1.588 mm (+ 30 mm) atrás. Este facto permite instalar rodas maiores, capazes de melhorar a dinâmica em estrada.


Porém, a alteração mais importante não é visível do exterior. Todas as versões do Astra GTC, independentemente da motorização, surgem dotadas de uma evolução importante que só está disponível em carros desportivos de topo de gama: a suspensão dianteira com conjunto mola amortecedor de elevada performance (HiPerStrut). Comparativamente à suspensão McPherson de série do Astra, o sistema HiPerStrut apresenta menor inclinação do eixo do conjunto e manga de eixo de menor comprimento. Isto contribui para melhorar o guiamento das rodas e a sua aderência, reduz as reacções da direcção ao binário que o motor aplica nas rodas e aumenta a capacidade de curvar a velocidades mais elevadas, tudo aliado a uma maior precisão e feedback da direcção.


Além disso, o sistema HiPerStut permite reduzir a deformação dos pneus em curva, o que abre espaço para jantes de maiores dimensões. Esta configuração de suspensão proporciona um patamar dinâmico superior a todos os Astra GTC, mesmo antes de estarem disponíveis as versões de elevadas performances previstas para breve.


A suspensão traseira combina um eixo composto de torção com articulação Watt. Esta engenhosa configuração, exclusiva da Opel, já demonstrou as suas múltiplas vantagens no Astra de cinco portas e na carrinha Astra Sports Tourer pela capacidade de controlo de forças laterais aplicadas no eixo. Relevando-se mais leve e compacta que um eixo multi-link, proporciona um grande conforto, excelente isolamento acústico e estabilidade notáveis.


O chassis do Astra GTC foi concebido para integrar na perfeição o sistema de controlo de chassis inteligente FlexRide, com amortecimento de controlo electrónico. Este sistema melhora o conforto, o comportamento em estrada e favorece uma melhor resposta da direcção ao adaptar-se automaticamente às condições do piso, à velocidade em curva, aos movimentos da carroçaria e ao tipo de condução adoptado. O maior equilíbrio do automóvel contribui também para uma maior segurança em situações de emergência. O sistema FlexRide permite que o condutor opte por três modos de funcionamento diferentes, possibilitando uma alteração do carácter da suspensão segundo as necessidades, bastando apenas premir uma tecla na consola: o modo Standard automático, o “Tour” mais orientado para o conforto ou o modo “Sport” mais dinâmico.

Três motores no arranque – versões de elevadas performances chegam em breve

Na fase de início de comercialização, a gama Astra GTC vai ser formada por três opções de motorização – um turbodiesel e duas unidades a gasolina.


O motor turbodiesel 2.0 CDTI foi aperfeiçoado e vê a potência aumentar para 165 cv (121 kW). Está equipado com filtro de partículas e transmissão manual de seis velocidades.


A nova tecnologia Start/Stop da Opel, que reduz o consumo de combustível no trânsito citadino, faz parte do equipamento de série deste motor. O 2.0 CDTI alia excelentes performances a uma elevada eficiência. Debita até 380 Nm de binário graças à função overboost e permite ao Astra GTC acelerar de 0 a 100 km/h em apenas 8,9 segundos. A velocidade máxima é de 210 km/h.


O consumo combinado fixa-se em 4,9 litros de gasóleo aos 100 km e as emissões de CO2 cifram-se em 129 g/km. Com um depósito de combustível de 56 litros de capacidade, o Astra GTC 2.0 CDTI pode oferecer autonomias superiores a 1100 quilómetros.


O sistema Start/Stop também está integrado nos dois motores 1.4 Turbo a gasolina com 120 cv (88 kW) e 140 cv (103 kW). No mercado português estará disponível apenas a versão mais potente deste propulsor. Dispõe de caixa manual de seis velocidades, debita um binário máximo de 200 Nm e consome 5,9 litros aos 100 km, com emissões de 139 g/km CO2.


A oferta de motorizações a gasolina culmina na unidade 1.6 Turbo com 180 cv (132 kW) de potência, dotado de transmissão manual de seis velocidades, que é capaz de alcançar a velocidade máxima de 220 km/h.


A Opel anunciará por ocasião do Salão Automóvel de Frankfurt a disponibilização de mais motorizações. As versões de performances superiores, grupo em que se inclui o futuro OPC, seguir-se-ão em 2012.

Novo Opel Astra GTC: visual desportivo e dinâmica apurada

Tecnologias inovadoras aumentam o prazer e a segurança

O Astra GTC sobressai pelo evoluído chassis que assegura uma dinâmica referencial. E o prazer da condução – tanto quanto a segurança – pode ser ainda reforçado por um vasto leque de sistemas inovadores.


O sistema de câmara dianteira Opel Eye da segunda geração beneficia de funcionalidades melhoradas e ampliadas. A função de Reconhecimento de Sinais de Trânsito (TSR) está agora apta a identificar mais sinais e as informações que fornece são complementadas com dados do sistema de navegação. Além do já conhecido Aviso de Saída de Faixa (LDW), a câmara apoia agora uma nova função de Indicação da Distância ao Veículo da Frente (FDI) que informa visualmente o condutor da distância que o separa do veículo que segue à frente.


Outra estreia do Astra GTC é o novo sistema de faróis direccionais Iluminação Dianteira Avançada Bi-Xenon da quarta geração (AFL 4). Para além das nove funções do conhecido AFL+ – que incluem a comutação automática entre médios e máximos – é reforçado por um sistema de Regulação Inteligente do Alcance dos Faróis (ILR) que se serve da câmara dianteira do sistema Opel Eye para medir a distância em relação ao veículo da frente e ajustar o padrão e a altura das luzes de médios. Isto permite optimizar continuamente a iluminação sem encandear outros condutores. Com estas dez funções, o Astra GTC oferece o melhor e mais completo sistema de iluminação do segmento dos compactos.


Design elegante e funcional

Por comparação com os seus concorrentes, o Astra GTC não compromete a funcionalidade, apesar do formato coupé. Não só pode instalar cinco pessoas no habitáculo como a versátil bagageira disponibiliza 370 a 1235 litros de capacidade – mais 200 litros que os produtos concorrentes. A capacidade para arrumação no habitáculo beneficiou de um aumento de 50% em relação à anterior geração GTC, graças também ao travão de estacionamento eléctrico que liberta espaço na consola central – um dos locais onde a arrumação está mais acessível.


O design do habitáculo de elevada qualidade do Astra GTC alia formas esculpidas e linhas dinâmicas, com novos tecidos e cores a realçarem um ambiente mais desportivo. Estão igualmente disponíveis novos revestimentos em couro de alta qualidade, misturando aplicações de ‘alcantara’ e napa. O volante desportivo, melhorado na zona de manipulação mais habitual, sublinha também o carácter dinâmico do GTC.


Para ir ao encontro de pessoas de todas as estaturas, os bancos dianteiros do Astra GTC oferecem o mais vasto leque de ajustes do segmento. São aperfeiçoados do ponto de vista ergonómico, oferecem múltiplas possibilidades de ajuste e estão certificados pelos peritos independentes em ergonomia da AGR (Aktion Gesunder Rücken).


O Astra GTC foi concebido e desenvolvido no Centro Internacional de Desenvolvimento Técnico da Opel, em Rüsselsheim, Alemanha, e será produzido em Gliwice, na Polónia.