Newsletter Opel

Newsletter Opel

Receba as últimas informações sobre a Opel e os produtos e serviços Opel diretamente na sua caixa de correio eletrónico.

Registe-se agora!

ASTRA OPC COM CHASSIS DE ALTA PERFORMANCE.

Contacto mais próximo com a estrada.

27/Abr/2012

  • Suspensão HiPerStrut controlada eletronicamente;
  • Tração máxima assegurada pelo diferencial autoblocante multidiscos;
  • Chassis com dois ‘sub-modos’ de controlo dinâmico.
Opel Astra OPC com chassis de alta performance

A Opel concebeu para o potente Astra OPC de 280 cv e 400 Nm um chassis de alta performance que vai ao encontro das mais elevadas exigências em matéria de comportamento em curva e de estabilidade.

 

A dinâmica superior do novo Astra OPC é alcançada com um sistema especial de controlo mecatrónico FlexRide, uma suspensão dianteira HiPerStrut, uma transmissão com diferencial autoblocante mecânico e um sistema de travagem Brembo.

 

A suspensão integra amortecedores desenvolvidos em parceria com a ZF Sachs. Toda esta equação recebe o contributo adicional de jantes de 19 polegadas, que fazem parte do equipamento de série, e pneus 245/40 ZR.

 

Diferencial autoblocante apura a dinâmica

 

Para maximizar a capacidade de tração, nomeadamente em curva, a transmissão do novo Astra OPC está dotada de um diferencial autoblocante mecânico de discos múltiplos.

 

Quando uma das rodas perde tração, os dois conjuntos de discos do interior do diferencial funcionam como embraiagens, submetendo a transmissão a uma resistência predefinida. Este efeito de bloqueio, de 50 por cento no máximo, depende do ângulo de ataque que determina a pressão aplicada nos discos múltiplos, em função do binário transmitido pelo motor às rodas. Quanto menor for este ângulo, será maior o grau de sensibilidade do sistema.

 

No caso do Astra OPC, em aceleração, o ângulo de ataque sobre o conjunto de discos é de 45 graus. Em desaceleração, não necessariamente só em travagem, os discos voltam a afastar-se entre si, anulando o efeito de bloqueio e permitindo a atuação do sistema de travagem ABS nas rodas dianteiras.

Opel Astra OPC com chassis de alta performance

FlexRide com programação específica OPC

 

O sistema de controlo mecatrónico (elementos mecânicos e eletrónicos ligados em rede) do chassis FlexRide recebeu uma configuração específica desenvolvida de acordo com o perfil desportivo do novo OPC. O condutor pode regular as reações do chassis através de três modos de funcionamento distintos. O modo Standard, ativo por predefinição, favorece o conforto na utilização do dia-a-dia mas mantém, ainda assim, elevados índices de performance em curva, com grande precisão direcional e inclinação mínima da carroçaria. Premindo a tecla Sport, a suspensão torna-se mais firme, aumentando a agilidade, reduzindo o rolamento da carroçaria e tornando a direção menos assistida.

 

O modo OPC eleva ao expoente máximo a dinâmica do novo Astra superdesportivo: a direção torna-se ainda mais ‘direta’ do que no modo Sport, o motor responde mais rapidamente aos movimentos do acelerador, e os parâmetros do chassis são ajustados para oferecer a máxima performance. A seleção deste modo é assinalada pela iluminação do painel de instrumentos, que passa a cor vermelha.

 

Chassis com dois ‘sub-modos’ de controlo dinâmico

 

O modo OPC possui dois ‘sub-modos’ de funcionamento. Um atua sobre a pressão de amortecimento – os amortecedores reagem ainda mais rapidamente aos movimentos de compressão e distensão para assegurar que as rodas mantêm permanente contacto com a estrada, mesmo em pisos mais degradados e a velocidades mais elevadas. No outro ‘sub-modo’, os amortecedores compensam igualmente os movimentos de oscilação da carroçaria, anulando a inclinação com o objetivo de maximizar a agilidade.

 

Por comparação com o Astra GTC 1.6 Turbo de 180 cv, o novo Astra OPC possui molas mais firmes em cerca de 30 por cento e uma altura ao solo reduzida em dez milímetros, o que coloca o automóvel ainda mais próximo da estrada. Para um comportamento mais ágil e capaz de responder a solicitações dinâmicas mais exigentes, os casquilhos e o eixo traseiro de torção também são mais rígidos.

Opel Astra OPC com chassis de alta performance

ESP programado para condução desportiva

 

Tal como no sistema FlexRide, o controlo eletrónico de estabilidade ESP do Astra OPC possui três programações distintas, aplicáveis de acordo com o tipo de condução que o condutor pretende adotar.

 

A configuração predefinida, que foi otimizada pelos técnicos do OPC, zela pela segurança na condução do dia-a-dia, anulando demasiados exageros que o condutor possa cometer.

 

O modo ‘Competição’ eleva a fasquia da intervenção automática do sistema, permitindo uma condução de pendor mais desportivo, na qual a ajuda eletrónica é ativada mais próxima dos limites de segurança. Neste caso, quando os sensores do sistema detetam potencial perigo, o automóvel é estabilizado através da atuação automática seletiva dos travões.

 

Numa terceira opção, o ESP pode ser completamente desligado através da pressão da respetiva tecla durante mais de cinco segundos.