Newsletter Opel

Newsletter Opel

Receba as últimas informações sobre a Opel e os produtos e serviços Opel diretamente na sua caixa de correio eletrónico.

Registe-se agora!

Novo Insignia é recordista
em baixos consumos.

15/Out/2013

  • Novo turbodiesel de 140 cv consome apenas 3,7 l/100 km e emite 98 g/km de CO2;
  • Novo motor 1.6 Turbo a gasolina com injeção direta e 170 cv;
  • 2.0 CDTI e 1.4 Turbo alcançam os melhores consumos na classe;
  • Nova geração de informação e entretenimento com comando por ‘touchpad’;
  • Novo estilo exterior e novo design interior ainda mais exclusivos;
  • Nova versão Country Tourer com tração integral;
  • Insignia OPC com novas evoluções a nível de chassis.
Novo Insignia é recordista em baixos consumos.

O novo Opel Insignia teve honras de estreia mundial no 65.º Salão Automóvel de Frankfurt de 2013. O topo de gama da Opel apresenta agora um habitáculo com novo ambiente e novas tecnologias, a par de um estilo exterior ainda mais atraente, numa interpretação mais sofisticada da premiada filosofia de design da ‘arte escultural aliada à precisão alemã’. Entre os novos motores de injeção direta, que atingem patamares superiores em potência e eficiência, destacam-se o novo turbodiesel 2.0 CDTI de baixas emissões de CO2 (98 g/km) e o 1.6 Turbo a gasolina da nova geração, que vêm alargar a gama de motorizações da Opel. Graças à mais recente tecnologia, a nova variante 2.0 CDTI de 140 cv consome apenas uma média de 3,7 l/100 km em ciclo misto (norma [EC] No 715/2007). O registo insere-se na classe de eficiência A+, tornando este Insignia a gasóleo no automóvel mais eficiente da sua classe. Os engenheiros tornaram o modelo ainda mais aerodinâmico, alcançando um coeficiente de 0.25. Também nesta área o Insignia coloca-se no topo mundial do segmento.

Novo Insignia é recordista em baixos consumos.

O Insignia recebeu também evoluções ao nível de chassis com o objetivo de otimizar o conforto. No habitáculo sobressai um novo painel de instrumentos com sistema de informação e entretenimento da geração mais recente, o qual permite a interligação de várias funções de telefones ‘smartphones’ e pode ser utilizado de forma simples e intuitiva com um ‘touchpad’ colocado na consola central.

Novo Insignia é recordista em baixos consumos.

«Desde o lançamento, já produzimos mais de 600.000 Insignia. Com elegância e qualidade levadas ao expoente máximo, novos sistemas de infoentretenimento, motores exemplares como o novo turbodiesel de 98 g/km CO2 e um design mais expressivo do que nunca, o novo Insignia vai certamente voltar a concentrar as atenções deste segmento», antevê o Presidente Executivo da Opel, Karl-Thomas Neumann. «O nosso topo de gama está agora mais sofisticado e atraente. Mas não descura o essencial: oferecer a condutores e passageiros uma mobilidade confortável e segura, com tecnologias avançadas, a um preço atrativo. Para pessoas com estilos de vida mais ativos, oferecemos agora a versão Insignia Country Tourer. Além desta, a variante Insignia OPC – a mais potente do nosso topo de gama – vai apelar aos condutores mais dinâmicos», conclui o CEO da Opel.

Novo tabliê com sistema de informação & entretenimento de nova geração

Novo Insignia é recordista em baixos consumos.

A evolução operada no habitáculo do Insignia centrou-se em três critérios: utilização simples e intuitiva, personalização do sistema de informação e entretenimento e, obviamente, conforto e segurança de condutor e passageiros.

 

A nova consola central foi drasticamente simplificada. Possui, apesar disso, um desenho sofisticado e acolhe uma série de funções e tecnologias avançadas. O novo sistema de informação e entretenimento precisa agora apenas de algumas teclas de comando. O mesmo é válido para o sistema de climatização.

Novo Insignia é recordista em baixos consumos.

O sistema de infoentretenimento de nova geração pode ser comandado através de um ecrã tátil policromático de 8 polegadas. A partir do ecrã inicial o condutor acede a todas as funções e submenus, que incluem estações de rádio, títulos de músicas, ligação para ‘smartphones’ ou sistema de navegação 3D, tudo isto comandado através do ecrã tátil, das teclas colocadas no volante, do sistema de comando por voz ou do revolucionário ‘touchpad’ que é até capaz de reconhecer letras manuscritas. O sistema de informação e entretenimento é personalizável, permitindo o armazenamento múltiplo de alinhamentos musicais, contatos telefónicos ou endereços de navegação.

 

Os melhoramentos operados na troca de informações entre homem e máquina incluem o novo desenho do painel de instrumentos, que integra um ecrã policromático de alta resolução, com 8 polegadas de diagonal. Além das leituras habituais, como a velocidade, as rotações do motor e o nível de combustível, o condutor pode regular e visualizar diretamente informações detalhadas de navegação, do telefone inteligente e das opções de áudio.

Novas gerações: turbodiesel de 98 g/km CO2 e motor SIDI Turbo a gasolina

Novo Insignia é recordista em baixos consumos.

O novo Insignia também firma uma posição de destaque nos capítulos de motores e chassis. O modelo da Opel foi desde sempre elogiado pelo conforto e pelo comportamento dinâmico, mas a nova edição ascende a um patamar ainda superior. Os engenheiros da Opel introduziram uma série de evoluções no chassis e na direção, incluindo amortecedores e barras estabilizadoras, que resultam em melhorias sensíveis em áreas como o ruído, as vibrações e o conforto.

Novo Insignia é recordista em baixos consumos.

A gama de motorizações está declaradamente orientada para a performance e o conforto, sem quaisquer compromissos. O novo 2.0 CDTI é um expoente da economia de combustível. Graças à mais recente tecnologia, a nova variante de 140 cv permite níveis de emissões de apenas 98 g/km de CO2 (versão Sports Tourer: 104 g/km de CO2) de acordo com a norma EC No 715/2007. Este registo insere o Insignia na classe de eficiência A+. A versão de quatro portas com caixa manual de seis velocidades e sistema “Start/Stop” consome apenas 3,7 litros de gasóleo a cada 100 km (variante Sports Tourer: 3,9 l/100 km) no ciclo misto, valores de referência nesta classe de automóveis. De igual modo, o novo 2.0 CDTI destaca-se com o débito de um elevado binário: 370 Nm.

A versão Diesel topo de gama é equipada com o 2.0 CDTI BiTurbo de 195 cv de potência. Este motor de elevada performance debita um elevadíssimo binário de 400 Nm e distingue-se pela resposta vigorosa num amplo intervalo de regimes, graças à utilização de dois turbocompressores que funcionam em sequência.

Novo Insignia é recordista em baixos consumos.

Do lado das motorizações a gasolina, o destaque vai para os dois motores sobrealimentados, dotados de injeção direta: o 2.0 Turbo, com 250 cv e binário máximo de 400 Nm, e o novo 1.6 SIDI Turbo da mais recente geração, com 170 cv e 280 Nm de binário. A sigla SIDI corresponde a Ignição por Faísca e Injeção Direta. Os dois motores são reconhecidos pelo elevado rendimento energético, pelo funcionamento extremamente suave e pela economia de combustível. Estão acoplados a caixas manuais de seis velocidades e possuem sistema “Start/Stop”, podendo ser encomendados em opção com uma nova caixa automática de seis velocidades de baixo atrito. A versão 2.0 SIDI Turbo está ainda disponível com tração dianteira ou às quatro rodas.

Novo Insignia é recordista em baixos consumos.

Na entrada da gama a gasolina surge o 1.4 Turbo, que já cumpre a norma Euro 6. Está acoplado a uma caixa manual de seis velocidades e dispõe de Start/Stop. Com uma potência de 140 cv e 200 Nm de binário (220 Nm em overboost), destaca-se por consumir apenas 5,2 l/100 km e emitir 123 g/km de CO2 (Sports Tourer: 5,6 l/100 km e 131 g/km de CO2, norma [CE] n.º 715/2007). Estes são valores referenciais de economia na classe.

Novo Insignia é recordista em baixos consumos.

Os valores exemplares de consumo de combustível também são resultado de melhorias operadas ao nível da aerodinâmica. Um dos destaques vai para a nova grelha com cortina automática nos turbodiesel de 140 cv e 163 cv. A cortina fecha a entrada inferior de ar quando o motor não necessita da capacidade total de arrefecimento, limitando a quantidade de ar no compartimento de motor e reduzindo a turbulência. No total, os melhoramentos que os engenheiros realizaram levam o Insignia ao topo da classe, com um coeficiente aerodinâmico um pouco abaixo de 0.25 na variante de cinco portas e 0.28 na station wagon Sports Tourer.

Nova evolução na linguagem de design da Opel

Novo Insignia é recordista em baixos consumos.

A nova edição Insignia assinala uma evolução da elogiada filosofia de design da Opel subordinada ao tema "arte escultural aliada à precisão alemã". Nas novas linhas sobressaem a execução premium e a dinâmica, com uma secção dianteira mais baixa e larga para realçar visualmente o porte do Insignia. A grelha cromada surge mais larga e baixa do que anteriormente. A barra que envolve o logótipo da Opel é mais fina e inclui elementos horizontais que conduzem o olhar para os faróis de novo desenho. Consoante o nível de equipamento, os faróis podem integrar luzes bi-xénon com o sistema adaptativo AFL+. Os faróis surgem executados num preto brilhante, com elementos cromados incorporados que sublinham a sofisticação. A parte superior apresenta uma luz de condução diurna com LED economizadores de energia, na típica forma alada que marca o design da Opel. Os faróis de nevoeiro são combinados com amplas inserções a negro e elementos cromados que aumentam de espessura ao aproximar-se dos arcos das rodas. Desta forma, os desenhadores pretenderam realçar a largura da frente do automóvel e toda a sofisticação do Insignia.

Novo Insignia é recordista em baixos consumos.

Na secção traseira, o novo Insignia exibe linhas e formas equilibradas, surgindo também mais largo e mais baixo. A nova barra cromada surge mais abaixo na tampa da bagageira e inclui o logótipo da Opel, estendendo-se até aos grupos óticos para incluir as discretas luzes de marcha-atrás. As luzes de presença e de travagem são de LED em todas as versões sédan. Outro traço característico comum a todas as versões de carroçaria é a típica forma de “asa” das luzes de presença.

Conforto e segurança a par-e-par

Novo Insignia é recordista em baixos consumos.

O novo Opel Insignia dispõe de um vasto conjunto de tecnologias e equipamentos de segurança e conforto, incluindo avançados sistemas auxiliares baseados em múltiplos sensores, em câmara de alta definição e em radar, desde o controlo adaptativo da velocidade de cruzeiro ao alerta de colisão dianteira. O programador de velocidade adaptativo mantém a velocidade selecionada pelo condutor e ao mesmo tempo observa a distância de segurança para o veículo da frente previamente selecionada. Nas versões equipadas com caixa automática o sistema pode aplicar os travões até o automóvel parar, se for necessário. A câmara traseira e as funções de Alerta de Tráfego em Movimento Atrás, Alerta de Saída de Faixa de Rodagem e Alerta de Ângulo Cego são um contributo importante no que diz respeito a visibilidade. O mesmo é válido para o sistema de faróis direcionais adaptativos AFL+, com variadas funções de iluminação como a luz de cidade, luz de autoestrada, luz de cruzamento e feixes direcionais, entre outros.

Novo Insignia é recordista em baixos consumos.

No capítulo da segurança, o novo Opel Insignia possui equipamentos de alto nível, como o programa eletrónico de estabilidade ESPPlus, sistema ABS com controlo eletrónico de travagem em curva e assistência à travagem de emergência. A segurança passiva é assegurada por airbags frontais, laterais e de cortina. Recorde-se que o Insignia obteve a classificação máxima de cinco estrelas do Euro NCAP logo no primeiro teste após o lançamento.

Novo Insignia Country Tourer à procura de aventura

Novo Insignia é recordista em baixos consumos.

Se a bem sucedida variante Sports Tourer é uma elegante station wagon familiar, a nova carrinha Insignia Country Tourer oferece características inatas orientadas para atividades mais aventureiras. Este novo Opel proporciona a liberdade de optar para lá dos limites das fronteiras do espaço urbano e das estradas de asfalto. O Insignia Country Tourer tem proteções nas secções inferiores da carroçaria e arcos de rodas mais proeminentes. O sofisticado sistema de tração integral Adaptive 4x4 garante capacidade de tração acrescida e excelente comportamento dinâmico em qualquer tipo de estrada. As motorizações selecionadas para as versões Country Tourer são sobrealimentadas, indo do 2.0 Turbo de injeção direta de gasolina, com 250 cv de potência, até ao 2.0 BiTurbo CDTI de 195 cv - que debitam ambos um elevadíssimo binário máximo de 400 Nm.

Novo Insignia é recordista em baixos consumos.

O sistema de tração integral Adaptive 4x4, com comando eletrónico, integra um diferencial viscoso de elevada qualidade, cuja configuração segue o princípio Haldex, e um diferencial traseiro autoblocante com controlo eletrónico para maximizar a tração tanto em estradas pavimentadas como em pisos mais difíceis. O sistema adapta-se constantemente às condições de aderência e faz variar – de 0 a 100 por cento, e de forma contínua – a distribuição do binário entre os eixos dianteiro e traseiro e entre as rodas traseiras.

Alta performance: o novo Insignia OPC

Com 325 cv de potência e 435 Nm de binário máximo, o Insignia OPC é o modelo cimeiro da Opel no capítulo da performance. Faz a sua estreia no IAA com um novo visual. O novo estilo da dianteira e da traseira, onde continuam a pontuar elementos de design da linha OPC como os “dentes de sabre” à frente e a dupla saída de escape integrada na retaguarda, tornam esta variante ainda mais elegante.

Novo Insignia é recordista em baixos consumos.

O chassis do Insignia OPC surge com novas evoluções, destacando-se o eixo traseiro revisto – tal como nos restantes membros da família do novo Insignia –, onde cerca de 60 por cento dos componentes foram modificados pelos engenheiros. Além disso, os níveis de ruído e vibrações foram melhorados com variadas medidas de aperfeiçoamento. O novo software do sistema ESP permite obter uma dinâmica ainda mais apurada, em especial na reação às tendências de subviragem. A reprogramação do software do sistema FlexRide de controlo eletrónico da suspensão otimiza a dinâmica do Insignia. As regulações específicas dos modelos OPC permitem respostas mais rápidas e precisas em diferentes manobras e condições de estrada. O Insignia OPC acelera de 0 a 100 km/h em 6,0 segundos (Sports Tourer: 6,3 segundos) e pode atingir a velocidade máxima de 250 km/h (limitada eletronicamente). Na versão que não possui este limite de velocidade, o OPC com caixa manual alcança uma velocidade máxima de 270 km/h (Sports Tourer: 265 km/h).

O habitáculo do OPC tem um ambiente vincadamente desportivo. Os bancos Recaro, disponíveis em couro e com função de memorização, o punho da alavanca da caixa e o painel de instrumentos principal e a consola central totalmente novos transmitem, no seu conjunto, o elevado nível de sofisticação deste automóvel. Além das informações habituais, o painel do Insignia OPC mostra dados como a pressão e a temperatura do óleo, a tensão da bateria, posição do acelerador, a força de travagem e a aceleração lateral em curva, num ecrã de 8 polegadas.

Novo Insignia é recordista em baixos consumos.

O novo volante (com aquecimento, em opção) integra patilhas de comando da caixa de velocidades quando o modelo está equipado com transmissão automática. Este tipo de comando permite ao condutor selecionar mudanças manualmente, de forma extremamente rápida, mesmo em modo automático. Quando as patilhas não são utilizadas durante pelo menos 12 segundos, o veículo circula normalmente em modo automático. Assim, o novo Insignia OPC combina comodamente as vantagens dos modos de condução manual e automático.