Newsletter Opel

Newsletter Opel

Receba as últimas informações sobre a Opel e os produtos e serviços Opel diretamente na sua caixa de correio eletrónico.

Registe-se agora!

Elétrico Opel Ampera reduz preço para 38.300 euros.

9/Set/2013

  • Preço ultracompetitivo dá à mobilidade elétrica um novo fôlego
  • CEO da Opel, Karl-Thomas Neumann, revela iniciativa em congresso na Alemanha
  • Ampera não impõe limites de autonomia
Elétrico Opel Ampera reduz preço para 38.300 euros

O CEO da Opel, Karl-Thomas Neumann, revelou um importante reforço da estratégia da Opel no âmbito do incentivo à mobilidade elétrica, anunciando uma redução substancial no preço de venda ao público do revolucionário modelo elétrico Ampera.

 

O Opel Ampera é o único automóvel elétrico europeu capaz de percorrer distâncias de 80 quilómetros em puro modo elétrico e mais de 500 quilómetros em operação bi-fuel, sem ter que parar para recarregar a bateria.

 

Num quadro de renovação de gama, que está atualmente em plena aceleração, a Opel dá um sinal inequívoco de pretender investir no futuro da mobilidade elétrica.

 

O fabricante decidiu baixar significativamente o preço recomendado de venda ao público do Ampera em alguns países, entre os quais Portugal. Com isto, a Opel pretende dar um contributo efetivo para o incentivo à utilização de tecnologias alternativas de motorização, as quais não estão ainda suficientemente disseminadas, na opinião da marca. O preço do Ampera em Portugal passa para 38.300 euros, o que representa uma substancial redução de 7600 euros.

 

A Opel é uma das marcas pioneiras na definição da mobilidade elétrica. Desde o lançamento do Ampera no início do ano de 2012, o fabricante fez progressos significativos a variados níveis deste modelo, desde a simplificação de processos produtivos até à renegociação de compras de componentes, o que permite manter vivo um sólido compromisso de tornar a mobilidade elétrica acessível ao maior número possível de pessoas. Neste quadro, a Opel decidiu reduzir consideravelmente o preço de venda do Ampera. Com esta medida, a marca renova a aposta na inovadora tecnologia de extensão de autonomia, em benefício dos compradores e para satisfação do CEO da Opel.

 

«O Opel Ampera foi o primeiro automóvel elétrico de uma marca europeia. Colocando-lhe um preço mais competitivo, estamos a manifestar a nossa intenção de manter uma estratégia bem definida no que diz respeito à mobilidade sustentável. Na Opel, queremos continuar a investir na motorização elétrica e acreditamos num futuro em que os automóveis não produzirão emissões», defendeu Karl-Thomas Neumann no Congresso do ZEIT, em Frankfurt, que reuniu um painel de prestigiados especialistas no tema da mobilidade do futuro.

 

O Opel Ampera é um automóvel elétrico que consegue alcançar uma autonomia de 80 quilómetros em modo de funcionamento totalmente elétrico. Isso oferece mobilidade sem emissões nas deslocações pendulares diárias dentro do perímetro dos grandes centros urbanos.

 

Se a bateria de 16 kWh do Ampera for recarregada com eletricidade de fontes renováveis (eólica, durante a noite, por exemplo), o impacte ambiental é nulo. Uma vez esgotados os 80 km de autonomia garantidos pela bateria, entra em funcionamento o extensor de autonomia - um motor 1.4 a gasolina - que aciona um gerador para produzir eletricidade a bordo, permitindo ao condutor continuar viagem por mais 500 km, sempre com tração elétrica.