Newsletter Opel

Newsletter Opel

Receba as últimas informações sobre a Opel e os produtos e serviços Opel diretamente na sua caixa de correio eletrónico.

Registe-se agora!

Opel Mokka: novo turbodiesel 1.6 CDTI para um SUV ‘bestseller’.

A Opel no Salão de Paris.

2/Out/2014

  • Mokka com motor em alumínio da nova geração é revelado em Paris
  • Economia: apenas 4,1 l/100 km e 109 g/km de CO2
  • Funcionamento refinado e desenho de baixo peso
Opel Mokka com o novo turbodiesel 1.6 CDTI

Desde que a Opel lançou o modelo Mokka no mercado, há quase dois anos, o SUV utilitário tem ido de sucesso em sucesso.

 

As vendas ultrapassaram recentemente a marca das 275 mil unidades, o que faz deste automóvel um dos ‘bestsellers’ da marca alemã e do segmento.

 

Solidamente assente neste percurso de êxito, o Mokka vai tornar-se ainda mais competitivo, já no início de 2015, ao passar a ser equipado com o turbodiesel 1.6 CDTI da nova geração de motores da Opel. A estreia é assinalada no Salão Mundial do Automóvel de Paris.

Opel Mokka com o novo turbodiesel 1.6 CDTI

O Mokka recebe a versão mais potente do 1.6 CDTI, com 136 cv. Elogiada pelo desempenho, pela economia, pela suavidade e pelo baixo nível de ruído, esta unidade substitui o anterior 1.7 a gasóleo.

 

Por comparação, o 1.6 CDTI oferece mais 6 cv em potência e mais 20 Nm em binário, mas com menor cilindrada e consumo de combustível inferior.

 

Assim, a gama Mokka ganha uma opção Diesel bem mais atraente, onde já pontificam soluções muito competitivas a gasolina e a GPL.

Opel Mokka com o novo turbodiesel 1.6 CDTI

O dinâmico 1.6 CDTI faz parte da nova geração de motores da Opel em alumínio.

 

A variante de 136 cv apresenta uma potência específica de 85 cv/litro - o que não tem paralelo no mercado desta faixa de cilindrada - e entrega um elevado binário de 320 Nm.

 

As ‘performances’ são de relevo: aceleração de zero a 100 km/h em apenas 9,9 segundos e recuperação 80-120 km/h em 5ª velocidade cumprida abaixo da marca dos 10 segundos, em meros 9,9 segundos. A velocidade máxima é de 191 km/h.

 

A tecnologia evoluída deste motor permite opor consumos e emissões baixos a estas ‘performances’.

Com caixa manual de seis velocidades e sistema Start/Stop, ambos de série, o Mokka 1.6 CDTI precisa de apenas 4,1 litros de gasóleo a cada 100 km, em ciclo misto, com emissões de CO2 que se ficam por 109 g/km.

Isto representa quase menos 0,5 l/100 km e menos 11 g/km face ao anterior 1.7. O novo turbodiesel 1.6 CDTI já cumpre a exigente norma de emissões Euro 6, sendo tão ‘limpo’ como um motor a gasolina.

Nova referência em refinamento

Opel Mokka com o novo turbodiesel 1.6 CDTI

Os engenheiros alcançaram excelentes resultados no desempenho deste motor ao nível de baixo ruído e vibrações reduzidas.

 

Estes parâmetros exigentes estiveram sempre presentes no processo de desenvolvimento do 1.6 CDTI, tendo influenciado o conceito e o desenho de toda a unidade.

 

O recurso aos mais recentes programas de CAE (Computer Aided Engineering) permitiu realizar inúmeras simulações para dar as melhores características a cada componente e subsistema, ainda antes da primeira fase de protótipo real.

Opel Mokka com o novo turbodiesel 1.6 CDTI

Além de focarem a atenção no funcionamento refinado, os engenheiros da Opel tomaram decisões para reduzir o peso do motor, recorrendo a alumínio em vez de ferro fundido para o bloco de cilindros - uma estreia em motores Diesel de produção da Opel.

 

A base da cambota e a cabeça são igualmente contruídas em alumínio, contribuindo para uma poupança total na ordem de 20 kg.

Conceção moderna garante ‘performance’ e economia

Opel Mokka com o novo turbodiesel 1.6 CDTI

Entre os componentes chave para o desempenho notável deste novo motor estão o turbocompressor com geometria variável e a injeção direta ‘common rail’ de alta pressão.

 

O sistema consegue funcionar com pressões até 2000 bar e os injetores podem efetuar 10 impulsos de combustível por ciclo de motor. Desta forma, é obtida a atomização ideal do gasóleo e consegue-se a melhor mistura combustível/ar.

 

Para cumprir a exigente norma Euro 6, o novo Mokka 1.6 CDTI utiliza um sistema de escape com panela LNT (Lean NOx Trap), colocada a montante do filtro de partículas, que retém óxidos de azoto contidos nos gases de escape.

Opel Mokka com o novo turbodiesel 1.6 CDTI

O novo Mokka 1.6 CDTI possui de série sistema Start/Stop e transmissão manual de seis velocidades, de baixo atrito, com comando melhorado em suavidade e em precisão.

 

Esta caixa de velocidades surge em combinação com o novo turbodiesel tanto nas variantes de 4x2 como 4x4, enquanto que a caixa automática de seis velocidades está disponível com tração dianteira 4x2.

 

As pré-encomendas do novo Mokka 1.6 CDTI vão abrir no final deste ano e as primeiras unidades chegarão aos concessionários Opel no início de 2015.