Newsletter Opel

Newsletter Opel

Receba as últimas informações sobre a Opel e os produtos e serviços Opel diretamente na sua caixa de correio eletrónico.

Registe-se agora!

Opel vai estrear motor 1.4 Turbo na nova geração Astra

18/Jun/2015

  • Novo propulsor pertence à mais recente geração de motores em alumínio da Opel
  • Desempenho dinâmico e elevada eficiência
  • Injeção direta de gasolina e turbocompressor
  • Motor número 8.000.000 de Szentgotthárd
Motor 1.4 Turbo estreia no novo Opel Astra

A designação completa é 1.4 ECOTEC Direct Injection Turbo. É mais um novo motor da Opel, que fará a sua estreia no Salão Internacional do Automóvel de Frankfurt, em setembro.

 

Este propulsor de quatro cilindros com injeção direta de gasolina e turbocompressor vai apresentar-se em duas versões, com níveis de potência de 125 cv e 150 cv.

 

Faz parte da nova linha da Opel de motores construídos em alumínio e é ‘parente’ direto do elogiado 1.0 Turbo de três cilindros e 115 cv dos modelos ADAM e Corsa.

 

Ambos fazem parte da família de ‘motores pequenos a gasolina’ da marca alemã - um grupo de motores com tecnologia avançada, de três e quatro cilindros, com cilindrada até 1,6 litros. São estes propulsores, a par dos novos turbodiesel 1.6 CDTI e 2.0 CDTI, que dão corpo à renovação total da gama de motores da Opel, numa ofensiva que prevê o lançamento de 17 novas unidades entre 2014 e 2018.

Referência na classe

Motor 1.4 Turbo estreia no novo Opel Astra

O foco durante o desenvolvimento do novo 1.4 Turbo da Opel esteve centrado na capacidade de resposta e em elevadas ‘performances’.

 

O binário máximo é de 245 Nm, entregue logo muito cedo, ficando sempre disponível entre as 2000 e as 3500 rpm - um patamar notável, muito pouco comum. A capacidade de resposta daqui resultante tem reflexos claros na dinâmica de condução e, simultaneamente, na eficiência de funcionamento. De acordo com dados preliminares obtidos pela Opel em testes, o potente 1.4 Turbo com Start/Stop fixará o consumo médio em torno de apenas 4,9 l/100 km, em ciclo misto (emissão de 114 g/km de CO2).

 

Os engenheiros colocaram também atenções no comportamento acústico e nos níveis de vibrações, indo buscar variadas soluções que fizeram sucesso no 1.0 Turbo tricilíndrico. O bloco do motor, em alumínio, foi concebido à luz do princípio de redução de ressonâncias. Nessa perspetiva, refiram-se outras características importantes: o cárter foi dividido em duas secções, o coletor de escape surge inserido na cabeça de cilindros, a tampa das válvulas possui material de isolamento acústico, as válvulas do sistema de injeção de alta pressão estão separadas da restante estrutura e a corrente de distribuição tem comando de tipo concêntrico.

Baixo peso

Motor 1.4 Turbo estreia no novo Opel Astra

O novo 1.4 ECOTEC Direct Injection Turbo acrescenta menos peso ao automóvel.

 

A título de exemplo, sublinhe-se que só o bloco de cilindros, feito em alumínio, pesa menos 10 kg que o bloco em ferro fundido do atual 1.4 Turbo. O novo motor é, desta forma, um par perfeito para o novo modelo Astra, também ele concebido para ser realmente eficiente. Para tornar o motor o mais leve possível, os engenheiros foram além do comum e criaram, por exemplo, uma cambota oca. O comando da bomba de óleo é de baixo atrito e esta trabalha em dois patamares de pressão. Todo o motor foi desenhado para funcionar com lubrificação de atrito mínimo, recorrendo a óleo de viscosidade 5W-30.

 

Os motores de três cilindros da Opel refletem o princípio de ‘downsizing’ (mais pequenos, mais leves e mais eficientes). Quando falam do novo 1.4 Turbo de quatro cilindros, os engenheiros preferem referir ‘rightsizing’, ou seja, a máxima eficiência no equilíbrio ideal entre cargas baixas e elevadas.

Um marco em Szentgotthárd

Motor 1.4 Turbo estreia no novo Opel Astra

O novo 1.4 ECOTEC Direct Injection Turbo é produzido na moderna fábrica de motores da Opel em Szentgotthárd, na Hungria. A produção do motor Oito Milhões foi celebrada este mês: um novíssimo 1.4 Turbo, em alumínio, que vai equipar um dos primeiros Opel Astra que chegarão aos concessionários da marca em toda a Europa no final do ano.

 

«A nossa fábrica na Hungria está no topo da tecnologia de produção de motores e desempenha um papel determinante na nossa estratégia de novos propulsores. Quero endereçar os parabéns a toda a equipa daquela unidade. Oito milhões de motores constituem um marco notável e sei que surgirão, a médio prazo, muitas novas razões para celebrar em Szentgotthárd», afirmou o Vice-Presidente do Opel Group para Vendas e Pós-Venda, Peter Küspert, que presidiu a uma cerimónia comemorativa à qual assistiram membros das autoridades húngaras e o Diretor Executivo de Produção da Opel/Vauxhall Europe, Marc Schiff.