Newsletter Opel

Newsletter Opel

Receba as últimas informações sobre a Opel e os produtos e serviços Opel diretamente na sua caixa de correio eletrónico.

Registe-se agora!

Inédito nos familiares compactos:
novo Opel Astra vai ter faróis de matriz de LED

12/Mai/2015

  • Nova geração de faróis matriciais LED IntelliLux;
  • Sofisticado sistema mantém ‘máximos’ sempre ligados e oferece visibilidade ímpar.
Novo Opel Astra vai ter faróis de matriz de LED

A Opel vai efetuar um importante avanço no que diz respeito a sistemas de iluminação do futuro.

 

A nova geração Opel Astra, que a marca alemã revelará no Salão de Frankfurt em setembro, vai disponibilizar os inovadores faróis IntelliLux, com matriz de LED, o que constituirá estreia absoluta desta tecnologia no segmento dos familiares compactos. Estes faróis têm a particularidade de funcionarem sempre em luzes de ‘máximos’ sem provocar encandeamento.

 

Ao disponibilizar o sofisticado sistema no novo Astra, a Opel torna o expoente máximo da iluminação em automóveis acessível ao maior número de pessoas. Recorde-se que a marca popularizou os faróis bi-xénon adaptativos quando o atual Astra trouxe aquela tecnologia pela primeira vez ao segmento.

 

«Estamos a democratizar tecnologia, tornando inovações acessíveis ao trazê-las a modelos de grande volume.

Os nossos faróis matriciais LED IntelliLux são um bom exemplo disso. Ao fazer a estreia desta tecnologia entre os familiares compactos, a Opel torna-se no primeiro fabricante de automóveis a disponibilizar um sistema de iluminação de alto desempenho neste segmento. A matriz de LED garante excecional visibilidade à noite melhorando a segurança de todos os que utilizam a via pública», explica Charlie Klein, Vice-Presidente da Opel para a Engenharia.

Noite feita dia: sempre em ‘máximos’, sem encandear

Novo Opel Astra vai ter faróis de matriz de LED

Depois de ter lançado inéditos faróis bi-xénon adaptativos no atual Astra, vindo a alcançar até hoje mais de 200.000 unidades equipadas com aquele evoluído sistema, a Opel virou as atenções para o desenvolvimento de um sistema da mais recente geração LED.

 

Volvidos anos de investigação e preparação, o IntelliLux de matriz de LED está pronto para passar à produção. Até à data, esta tecnologia estava reservada a automóveis de luxo.

 

A Opel será o primeiro fabricante a oferecê-la no segmento de maior volume do mercado europeu, disponibilizando-a na nova geração do modelo Astra que tem estreia agendada para o Salão de Frankfurt, em setembro. O novo Astra terá, assim, uma solução sofisticada que recorre à mais recente evolução da iluminação LED, capaz de produzir luz em tudo semelhante à luz do dia.

 

O sistema da Opel é formado por um total de 16 segmentos de LED - oito de cada lado do automóvel - que ajustam permanentemente, de forma automática, o alcance e a distribuição do feixe de luz mediante as condições de tráfego.

 

A câmara dianteira Opel Eye faz a leitura do espaço e identifica outros veículos em movimento, enviando informação para cada segmento LED com instruções de desligar e ligar. A câmara deteta a posição de qualquer fonte de luz do tráfego que circula em sentido contrário e no mesmo sentido. Mediante essa posição (ou posições), o sistema desliga os LED individuais que lançam luz sobre a zona (ou zonas) em causa. Isso ocorre rápida e progressivamente, acompanhando o movimento dos outros veículos. Tudo o resto - estrada e bermas - permanece bem iluminado. Este grau de precisão e adaptação faz da matriz de LED o sistema de iluminação mais evoluído da indústria automóvel.

Novo Opel Astra vai ter faróis de matriz de LED

O sistema de matriz de LED oferece a máxima visibilidade possível ao condutor e a garantia de que quem circula em sentido contrário não sofre encandeamento.

 

Em estrada, fora do ambiente urbano, os ‘máximos’ são acionados automaticamente e ficam sempre ligados. Isto representa um acréscimo importante em segurança, o que é comprovado por um estudo realizado pela Universidade Técnica de Darmstadt e a Iniciativa Europeia ‘LightSightSafety’.

 

As conclusões mostram que, à velocidade de 80 km/h, os condutores conseguem detetar obstáculos nas bermas cerca de 30 a 40 metros mais cedo quando utilizam o sistema de matriz de LED em vez dos faróis convencionais de halogéneo ou xénon, na posição de ‘médios’. Isso representa um ganho de cerca de 1,5 segundos para reagir em caso de necessidade.

 

Os engenheiros de iluminação da Opel dotaram o sistema de ‘inteligência’ para perceber em que situações o automóvel circula, nomeadamente se está numa cidade ou numa autoestrada.

 

Na verdade, o IntelliLux do Opel Astra vai ser o único sistema de matriz de LED sem ligação a um sistema de navegação. Para além de múltiplos padrões de funcionamento em ‘médios’ e ‘máximos’, o IntelliLux também possui um modo especial de Autoestrada para maximizar a visibilidade e uma função que assiste os utilizadores quando entram ou saem do automóvel no escuro.

Mais brilhante, durável e eficiente

Novo Opel Astra vai ter faróis de matriz de LED

O IntelluLux da Opel inova em todos os aspetos, nomeadamente em eficiência, segurança e conforto.

 

A luz que emite é mais brilhante do que a de faróis convencionais. E todo o sistema apresenta maior durabilidade, que excede em muito o tempo médio de vida útil do automóvel.

 

Além de o díodo durar mais tempo, ao contrário de dispositivos adaptativos bi-xénon o sistema não recorre a peças móveis. Na verdade, o princípio de funcionamento do IntelliLux assenta na simples ação de ligar e desligar LEDs.

 

Finalmente, a matriz de LED oferece vantagens também no plano do ‘design’. Em faróis tradicionais, o tamanho e o formato das caixas depende sempre do conteúdo e do maior ou menor número de componentes consoante a tecnologia utilizada.

 

Com os LED, mais pequenos, os desenhadores terão liberdade para desenhar faróis que poderão, no futuro, ser mais delgados e menos ostensivos na frente dos automóveis.