Newsletter Opel

Newsletter Opel

Receba as últimas informações sobre a Opel e os produtos e serviços Opel diretamente na sua caixa de correio eletrónico.

Registe-se agora!

Ampera-e: recarga rápida de meia hora
dá autonomia de 150 km

27/Out/2016

Opel Ampera-e: recarga rápida de apenas meia hora dá autonomia de 150 quilómetros

Quais têm sido, até hoje, os dois maiores obstáculos à massificação da mobilidade elétrica? No topo da lista surge a chamada ‘ansiedade com a autonomia’, relacionada com a preocupação dos utilizadores face à duração manifestamente curta da carga das baterias e à possibilidade de ficarem parados na estrada sem energia nas baterias. Ao anunciar o seu revolucionário modelo elétrico Ampera-e com autonomia superior a 500 quilómetros (valor preliminar medido de acordo com o ciclo de testes NEDC), superando em 100 km a autonomia do mais direto concorrente no segmento, a Opel retira este ponto da equação. O segundo obstáculo, por outro lado, está relacionado com o recarregamento. Também neste aspeto a Opel dá resposta convincente. As baterias de nova geração do Ampera-e podem receber carga rápida de apenas 30 minutos a 50 kW, com isso acrescentando autonomia de 150 km (valor preliminar, medido de acordo com o ciclo de testes NEDC).

Opel Ampera-e: recarga rápida de apenas meia hora dá autonomia de 150 quilómetros

Os postos de recarregamento rápido são ainda pouco comuns mas vários Estados europeus, incluindo o português, estão empenhados em alargar estas redes. Na verdade, o Conselho de Ministros aprovou em junho de 2016 uma resolução que prevê a conclusão da primeira fase da rede piloto MOBI.E com a instalação de 50 pontos de carregamento rápido nos principais eixos da malha viária portuguesa. Na Alemanha, por seu turno, o Ministério Federal dos Transportes e Infraestrutura Digital anunciou recentemente a implementação, até ao final de 2017, de uma rede de 400 estações de recarga rápida nas autoestradas com maior tráfego. A prazo, o Governo alemão já fez saber que pretende firmar um investimento total de 300 milhões de euros no desenvolvimento de uma rede completa de recarregamento de automóveis elétricos, que deverá comportar 5000 postos de recarga rápida e 10.000 de recarga normal no ano 2020.

 

Com o novo Ampera-e a chegar à Europa na primavera de 2017, a Opel decidiu instalar na sua sede em Rüsselsheim, Alemanha, um posto de recarregamento dotado da mais recente tecnologia de carga rápida, com corrente contínua a 50 kW, e outro de carga intermédia, com corrente alternada de 22 kW.

«O Ampera-e tem pleno potencial para convencer as pessoas de que a mobilidade elétrica agora é possível porque os utilizadores não têm que preocupar-se a toda a hora com o recarregamento da bateria», explica o CEO da Opel, Karl-Thomas Neumann. «A autonomia alargada é uma das melhores coisas que o Ampera-e tem para oferecer. A maior parte dos condutores poderá utilizá-lo durante vários dias até precisar de ligá-lo outra vez à tomada».

 

A Engenheira-Chefe Executiva do Ampera-e, Pam Fletcher, corrobora: «Tive o luxo de poder conduzir um protótipo pelo período de alguns meses. Da minha experiência, posso garantir que a maior parte dos utilizadores só precisará de recarregar as baterias uma ou duas vezes por semana».

 

Para além de recarga rápida com corrente contínua, o conjunto de baterias do Ampera-e, com capacidade de 60 kWh, está apto a receber carga a partir de estações domésticas de parede com potência de 4,6 kW, de acordo com o que está estipulado para redes elétricas domésticas na Alemanha, por exemplo. Além disso, naturalmente, o Ampera-e poderá receber carga em postos de abastecimento públicos, em toda a Europa, a 3,6 kW ou 7,2 kW.

Com uma autonomia superior a 500 km no ciclo de testes NEDC (resultado preliminar), é muito provável que os utilizadores quase nunca precisem de recarregar as baterias de zero até 100 por cento, já que a média de distância percorrida diariamente pelos condutores é de 60 quilómetros. O versátil sistema de recarregamento do Ampera-e também permite às baterias acumularem eletricidade através de uma vulgar tomada doméstica de 2,3 kW, o que quer dizer que o novo elétrico da Opel consegue adaptar-se facilmente a todos os perfis de utilização.

 

O novo Ampera-e possui um motor elétrico com potência de 150 kW (204 cv) que permite desempenhos notáveis. A aceleração de zero a 50 km/h cumpre-se em apenas 3,2 segundos, o que coloca a resposta deste automóvel no patamar de ‘performances’ de modelos desportivos. Com os módulos de baterias integrados no piso, o Ampera-e liberta amplo espaço para cinco ocupantes e oferece uma bagageira volumosa semelhante à de um familiar compacto. No habitáculo, condutor e passageiros contam com equipamentos de informação e entretenimento de última geração, bem como com o sistema Opel OnStar de apoio em viagem e em emergência.