Newsletter Opel

Newsletter Opel

Receba as últimas informações sobre a Opel e os produtos e serviços Opel diretamente na sua caixa de correio eletrónico.

Registe-se agora!

INSIGNIA É O SÉDAN FAMILIAR MAIS VENDIDO NA EUROPA.

3/Dez/2009

  • Quota mais elevada dos últimos dez anos no segmento dos familiares médios;
  • Líder absoluto do segmento em cinco países europeus;
  • Mais de 170.000 unidades encomendadas e vendidas em apenas um ano;
  • Em Portugal: líder do segmento entre as marcas de volume.

Opel Insignia é o sédan familiar mais vendido na Europa

Menos de um ano após o lançamento no mercado, o Opel Insignia destaca-se na liderança do segmento europeu dos familiares médios, tendo conquistado a preferência de 170 mil condutores. Nos primeiros dez meses deste ano, a marca praticamente duplicou a penetração no segmento europeu de familiares médios de grande volume, o que deu à Opel a quota de mercado mais elevada dos últimos dez anos neste segmento.

 

O Insignia foi distinguido com um total de 32 prémios em 15 países europeus, incluindo o título de Carro Europeu do Ano de 2009. O Insignia sédan é, actualmente, o familiar médio de quatro portas mais vendido na Europa, liderando em cinco países e ocupando o segundo posto da tabela nos restantes países do Continente. O desempenho de vendas do Insignia nos primeiros 10 meses deste ano traduz-se para a Opel numa fatia de 16,22 por cento do segmento de grande volume dos familiares, por comparação com 8,19 por cento que a marca deteve no mesmo período do ano passado. O crescimento é ainda mais expressivo se se contabilizarem as marcas ‘premium’ no segmento de grande volume dos familiares médios. Neste enquadramento, a Opel mais do que duplicou a sua quota de mercado, de 4,75 por cento em 2008 para 10,01 por cento este ano. Esta é a quota mais elevada desde 1999 para a Opel, numa altura em que o segmento viu as vendas baixarem em 9,7 por cento por comparação com o ano passado.

Quota mais alta dos últimos 12 anos em Portugal

Desde o lançamento no mercado português, este ano – o sédan em Fevereiro e a carrinha Sports Tourer em Abril – o Insignia tem vindo a acumular significativos crescimentos de vendas mensais. No terceiro trimestre, período em que o modelo da Opel deixou para trás naturais restrições decorrentes da fase de lançamento, o Insignia de quatro portas cotou-se como líder entre as marcas de grande volume neste segmento. Desde Fevereiro, no mesmo sub-segmento sédan, excluindo os produtos ‘premium’, 30,26 por cento dos automóveis vendidos em Portugal foram Insignia de quatro portas, o que atribui à Opel a sua quota mais elevada nesta faixa de mercado desde 2006.

 

A liderança dilata-se se forem adicionadas as versões carrinha.

 

A gama completa Insignia ocupou o primeiro posto da tabela de vendas entre as marcas de volume no terceiro trimestre, com um total de 492 unidades comercializadas. A quota de mercado da Opel subiu para uns expressivos 21,27 por cento (9,39 por cento se forem incluídas na análise as marcas ‘premium’) no terceiro trimestre, contra apenas 1,23 por cento no mesmo período do ano passado.

 

Volvidos oito meses sobre o lançamento do Insignia sédan (quatro portas) e seis meses sobre o arranque da variante Sports Tourer (carrinha), a Opel já comercializou 1474 unidades do modelo Insignia em Portugal.

Equipamento: tecnologia tornada acessível

Os consumidores que optam pelo Insignia apontam como principal argumento o facto de o modelo da Opel oferecer tecnologias inovadoras e de as tornar acessíveis através de preços moderados.

 

Na longa lista de equipamentos, a maior preferência dos europeus tem ido para o sistema de faróis adaptativos AFL+ (com nove funções de iluminação, entre as quais a comutação automática entre médios e máximos), a câmara ‘Opel Eye’ que reconhece sinais de trânsito, o sistema FlexRide de suspensão com controlo electrónico e os bancos ergonómicos com selo de aprovação da organização alemã AGR.

 

A gama Insignia oferece um leque alargado de opções de motores e transmissões, desde o 1.6 de 115 cv de potência ao topo-de-gama OPC com 325 cv, passando pelas versões turbodiesel equipadas com novos 2.0 CDTI de 130 cv e 160 cv.

 

O modelo da Opel está disponível em Portugal em duas variantes de carroçaria: sédan de 4 portas e carrinha Sports Tourer.