Newsletter Opel

Newsletter Opel

Receba as últimas informações sobre a Opel e os produtos e serviços Opel diretamente na sua caixa de correio eletrónico.

Registe-se agora!

OPEL ACOLHE A INICIATIVA DE BERLIM NA E-MOBILIDADE.

4/Mai/2010

  • Standardização da UE, coordenação imperatida para o avanço da e-mobilidade
  • O Opel Ampera e o HydroGen4 lideram o caminho para uma mobilidade limpa

Berlin/Rüsselsheim. A Opel acolhe a iniciativa do governo alemão em agregar líderes de opinião para discutir o futuro do país no que diz respeito à mobilidade limpa.


O CFO Nick Reilly esteve entre os líderes de opinião convidados para uma reunião hoje com a chanceler Angela Merkel, numa cimeira organizada para assinalar o arranque do país no caminho da mobilidade eléctrica. Demonstrando a liderança da Opel nesta área, ele chegou à cimeira num Opel Ampera, um veículo eléctrico de grande alcance que estará disponível no mercado no final de 2011.

A cimeira é importante porque inicia um diálogo sobre assuntos que precisam de ser endereçados à medida que a mobilidade eléctrica ganha velocidade.


A standardização de certos aspectos – que variam entre o tamanho e configuração da tomada, serviço e regulações de segurança – não só na Alemanha mas ao nível europeu, é “imperativo”, refere Reilly.


Ele ainda acolheu a abertura dos decisores em discutir formas de acelerar a introdução de conceitos de mobilidade limpa.


Os governos podem ajudar numa série de formas: não só encorajando investimentos do sector privado, mas também estabelecendo infraestruturas de e-mobilidade em linha com as prioridades estratégicas do governo. Reilly reiterou a sua visão de que a pesquisa deve ser coordenada entre universidades e empresas para evitar duplicações desnecessárias de custos.

“A indústria automóvel tem estado muito ocupada a desenvolver uma série de soluções técnicas para a e-mobilidade. À medida que os governos suportam e incentivam esta direcção estratégica, há uma necessidade de arrancar rapidamente a tecnologia por forma a gerar volume e economias de escala – indispensável na introdução de benefícios para o nosso ambiente. Isso poderia ser feito através do incentivo à compra de veículos eléctricos, por exemplo, via políticas de taxação”, diz ele. “Se estamos certos nesta matéria, a nova tecnologia precisa de ser acessível a todos.”

O Ampera, um eléctrico de quatro-lugares, faz 60 kms só com electricidade.

 

Quando a bateria de ião-lítio do Opel Ampera está baixa, o motor a gasolina começa a gerar electricidade que dá propulsão às rodas para o resto da viagem.

 

Pode conduzir sem interrupção por mais de 500 kms antes de precisar de ser ligado à corrente ou reabastecido com combustível.

 

A Opel é também um membro activo da Parceria para uma Energia Limpa em Berlim desde 2002.

 

A marca tem veículos a pilha de combustível com zero emissões HydroGen4 na estrada, a ganhar experiência no mundo real de parceiros de negócio.

 

A Opel ambiciona ser líder em mobilidade sustentável. Como tal, a marca está empenhada numa gama de tecnologias que podem reduzir ou até dispensar a dependência do petróleo, minimizar as emissões de CO2 e encorajar a diversidade energética.

 

Com essa finalidade, a marca está a investir um bilião de euros em tecnologia inovadora enquanto põe em curso a sua estratégia ecológica à qual chama e-mobilidade e que irá levar a Opel mais longe.

Esta estratégia inclui:


  • veículos eléctricos de pequena bateria para pessoas que conduzem distâncias pequenas e para cidades em todo o Mundo;
  • veículos eléctricos de alcance alargado para pessoas que pretendam um só automóvel para distâncias curtas e longas;
  • no longo prazo, os veículos eléctricos a pilha de combustível de hidrogénio para distâncias longas com zero emissões e sem limitações na dimensão ou função do automóvel.