Newsletter Opel

Newsletter Opel

Receba as últimas informações sobre a Opel e os produtos e serviços Opel diretamente na sua caixa de correio eletrónico.

Registe-se agora!

Opel acelera renovação de motores
com o novo 1.6 CDTI turbodiesel para o Zafira Tourer.

Nova geração de motorizações Opel.

12/Jul/2013

  • Renovação profunda da linha de motores: três novas famílias de motores, com 13 novos propulsores até 2016;
  • Primeira fase: motores 1.6 a gasolina e turbodiesel reforçam competitividade dos modelos Astra, Zafira Tourer e Cascada;
  • Referência em potência: novíssimo turbodiesel 1.6 CDTI de 136 cv é o mais potente da classe;
  • Novo Zafira Tourer 1.6 CDTI: versão exclusiva Cosmo, com equipamento muito completo, por 31.500 euros.
Opel Zafira Tourer com o novo motor turbodiesel 1.6 CDTI

O monovolume Zafira Tourer, o descapotável Cascada e as variantes da gama Astra são os primeiros modelos a beneficiar de novos motores e transmissões no âmbito de um vasto programa com que a Opel vai renovar 80 por cento da sua linha de motorizações até ao final de 2016. Três famílias totalmente novas de motores – que integram 13 variantes diferentes – e várias novas transmissões vão trazer tecnologias de ponta e performances de topo a uma vasta gama de produtos Opel.

 

O programa de renovação arranca com a chegada de novas unidades 1.6 sobrealimentadas, a gasóleo e a gasolina, que representam para a Opel uma geração completamente nova de motores de cilindrada média. O objetivo é ir ao encontro da procura crescente de propulsores de menor cilindrada que asseguram elevados níveis de potência e binário, ao mesmo tempo que oferecem redução dos consumos e emissões de CO2. Estes dois novos motores da Opel destacam-se por elevadas potências específicas (cv/litro) e níveis de apuramento líderes na sua categoria.

Opel Zafira Tourer com o novo motor turbodiesel 1.6 CDTI

O novíssimo turbodiesel 1.6 CDTI de 136 cv de potência - o primeiro Diesel da Opel totalmente construído em alumínio – assume-se como uma das referências na sua categoria no que respeita a potência específica, apresentando um valor de 85 cv/litro.

 

Este motor dotado da mais recente tecnologia a todos os níveis faz a sua estreia absoluta no modelo Zafira Tourer, já em Agosto. Numa fase posterior substituirá, em vários modelos, o atual 1.7 CDTI e as unidades 2.0 CDTI menos potentes, surgindo em variantes com diferentes níveis de potência. Na sua versão inicial, o novo 1.6 CDTI debita 136 cv e oferece um elevado binário de 320 Nm. A potência específica atinge 85 cv por litro, o que constitui um valor referencial nesta classe de cilindrada.

 

O novo Opel Zafira Tourer 1.6 CDTI consome apenas 4,1 litros de gasóleo a cada 100 km no ciclo misto e apresenta emissões tão baixas como 109 g/km CO2, valores que nenhum outro monovolume compacto de sete lugares, de potência idêntica, consegue igualar. Nas aplicações em modelos de dimensões ainda mais compactas, a Opel estima obter consumos inferiores a 4,0 l/100 km e emissões de CO2 próximas ou inferiores a 100 g/km.

 

Com o sistema da Opel de redução catalítica seletiva (SCR) BlueInjection, que permite ao Zafira Tourer cumprir desde já a futura norma de emissões Euro 6 (a vigorar a partir de Setembro de 2014), o 1.6 CDTI apresenta um nível de emissões de óxidos de azoto semelhante a um motor a gasolina.

Opel Zafira Tourer com o novo motor turbodiesel 1.6 CDTI

Tal como o 1.6 Turbo a gasolina, o turbodiesel 1.6 CDTI beneficia também de uma série de técnicas de ‘engenharia de som’ destinadas a minimizar os níveis de ruído e de vibrações. Merece especial destaque o facto de o novo Zafira Tourer 1.6 CDTI registar os valores mais baixos de ruído face a outros veículos com motores turbodiesel de 1,6 litros.

 

Na alimentação, o sistema common-rail de alta pressão, aliado ao controlo de combustão em circuito fechado e a um turbocompressor de geometria variável, constituem elementos técnicos chave. O funcionamento destes componentes, e de muitos outros, é controlado por uma sofisticada unidade de comando do motor.

 

Com a nova unidade 1.6, o Zafira Tourer passa a oferecer no mercado português uma versão que se torna especialmente competitiva, com um preço de 31.500 euros. Acresce o facto de a Opel ter decidido manter a estratégia de disponibilizar exclusivamente o nível de equipamento máximo Cosmo na gama Zafira Tourer, que oferece, entre muitos outros, para-brisas panorâmico, sensores de estacionamento à frente e atrás, estofos em pele e tecido, travão de mão com comando elétrico, programador de velocidade, sistema mãos-livres Bluetooth e ar condicionado com comando eletrónico e separação de zonas.

 

O Opel Zafira Tourer é um dos expoentes da filosofia da Opel de dar acesso a tecnologia avançada a preços comportáveis. Equipamentos sofisticados como suspensão de controlo eletrónico, faróis direcionais adaptativos, câmara dianteira com funções de apoio à condução e programador de velocidade baseado em radar, entre outros, são propostos em ‘packs’ com preços realmente acessíveis.

 

Para além do novo 1.6 CDTI de 136 cv a gasóleo, a gama Zafira Tourer mantém o 2.0 CDTI de 165 cv na oferta Diesel, a par da opção 1.4 Turbo, de 140 cv, a gasolina.

 

O Opel Zafira Tourer é reconhecido pelo ambiente extremamente confortável a bordo, pela versatilidade e pela tecnologia. O habitáculo está dotado da nova geração do sistema de bancos Flex7, que inclui a disposição ‘Lounge’, capaz de oferecer níveis inéditos de conforto e espaço aos passageiros da segunda fila.

Motor 1.6 SIDI Turbo na gama Opel Astra e no Opel Zafira Tourer

1.6 SIDI Turbo na gama Astra

O 1.6 SIDI Turbo a gasolina, totalmente novo, com quatro cilindros, turbocompressor e injeção direta, é lançado nesta primeira fase com um nível de potência de 170 cv, produzindo um binário excecionalmente elevado de 280 Nm a partir de apenas 1650 rpm. A principal característica deste propulsor é a elasticidade notável, a economia de combustível acompanhada de baixas emissões de CO2, e o funcionamento muito suave e progressivo. Na sequência da estreia no ‘cabrio’ Cascada, a Opel decidiu alargar a disponibilidade deste motor à gama Astra e ao monovolume compacto Zafira Tourer, com chegada ao mercado no último trimestre deste ano.

 

Por comparação com o anterior 1.6 Turbo, o consumo em ciclo misto e as emissões de CO2 sofrem um corte de 15 por cento, ao mesmo tempo que que o binário aumenta 22 por cento. O novo 1.6 Turbo estabelece, desta forma, um novo referencial ao debitar mais 12 por cento de binário que os seus concorrentes mais próximos em modelos compactos com potências entre os 150 e os 180 cv, incluindo produtos das chamadas marcas ‘premium’.

 

Os segredos da notável performance do 1.6 SIDI Turbo são a gestão do sistema de injeção direta para otimizar a combustão, o turbocompressor com turbina de geometria variável com atuação rápida – que proporciona elevado binário logo a partir de regimes muito baixos – e o funcionamento extremamente progressivo, suave e silencioso.

 

A forma como o novo 1.6 SIDI Turbo entrega o binário está espelhada na recuperação de 80 a 120 km/h, em 5ª velocidade, que é cumprida pelo Astra de cinco portas em escassos 8,8 segundos. Esta marca é quase dois segundos mais rápida que o anterior 1.6 Turbo. Graças à arquitetura evoluída, ao sistema Start/Stop e a uma transmissão manual de seis velocidades bem escalonada, o novo Astra 1.6 SIDI Turbo de cinco portas apresenta um consumo no NEDC (New European Driving Cycle) no ciclo misto de apenas 5,9 l/100 km com emissões de 139 g/km CO2 – uma melhoria de 14 por cento. Para o GTC, o ganho é ainda superior: 15 por cento.

Opel Zafira Tourer

Caixas de velocidades manuais de nova geração

A Opel investiu mais de 50 milhões de euros nas suas instalações europeias para o desenvolvimento e a produção da nova geração de transmissões manuais de cinco e seis velocidades.

 

As caixas manuais de seis velocidades igualam as concorrentes referenciadas como melhores do segmento em termos de suavidade e rapidez de engrenamento das velocidades. Estas caixas estão, atualmente, em produção para a gama Astra, o Cascada e o Zafira Tourer com os novos motores 1.6 CDTI e 1.6 SIDI Turbo.

 

Ambos os motores podem ser acoplados a uma transmissão automática de seis velocidades de baixo atrito com função de comando manual Active Select.