Novo Opel Vivaro Combi: Viajar com estilo

Novo Opel Vivaro Combi: Viajar com estilo

22 de maio de 2020
  • Furgão flexível por apenas 38.030 € (PVP c/ IVA incluído)
  • Nove lugares, três comprimentos disponíveis e 1,9 m de altura para acesso a parques de estacionamento subterrâneos
  • Infoentretenimento multimédia “Intelilink” e sistemas de assistência “OpelConnect”
  • Motores turbodiesel potentes e económicos

 

A Opel tornou mais abrangente o leque de escolhas para os clientes de furgões de transporte de equipas, convidados ou famílias numerosas. Prático, flexível e, acima de tudo, económico, o novo Opel Vivaro Combi está apto para lidar com as tarefas mais diversificadas. A gama de motores turbodiesel de última geração garante uma eficiência ideal. A Opel propõe o Vivaro Combi em três comprimentos de chassis: L1 de 4,6 m, L2 de 4,95 m e L3 de 5,3 m. Todos disponibilizam 9 lugares e têm uma altura de 1,9 m, com a maioria das variantes a poder, assim, aceder a estacionamentos subterrâneos. Os inúmeros sistemas de assistência opcionais permitem aos clientes aumentar os níveis de conforto e de segurança. As tecnologias vão desde a câmara de visão traseira ao sistema de infoentretenimento multimédia “Intelilink”.

“O Opel Vivaro Combi demonstra que um veículo de transporte de pessoas versátil e económico pode ser uma excelente opção”, refere Pascal Martens, responsável pelos Veículos Comerciais Ligeiros da Opel. “Integrando tecnologias modernas e elementos de conforto como o ar condicionado de série, o Vivaro Combi é mais do que um shuttle bus e tanto os condutores como os passageiros viajarão de forma muito confortável”.

Grande superfície vidrada e bancos confortáveis

Os preços começam a partir de 38.030,04 € (PVP c/ IVA incluído,) para a variante Vivaro Combi L1, de 4,6 m de comprimento (capacidade máxima de bagagem de 3,6 m3 com as duas filas traseiras rebatidas). Os bancos do condutor e passageiro da frente são ajustáveis em quatro posições, enquanto o banco da segunda fila (amovível sem ferramentas, se necessário) possui fixações Isofix para os passageiros mais jovens. Na variante L2, de 4,95 m de comprimento, disponível a partir de 38.520,04 €, a capacidade da bagagem cresce para 4,2 m3, sendo de 4,9 m3 na variante L3 (5,3 m de comprimento, a partir de 40.579,29€). Para além da porta deslizante do lado do passageiro (de série), a adoção de uma porta deslizante do lado do condutor (opcional) facilita, adicionalmente, o acesso à área reservada aos passageiros. Na parte traseira, os clientes podem optar entre portas duplas (de abertura a 180 graus) em alternativa ao portão traseiro, sendo este último equipado de série sem custos adicionais.

 

Gama ampla de sistemas modernos de assistência e infoentretenimento

A Opel disponibiliza uma ampla gama de sistemas de assistência opcionais para o Vivaro Combi. O sistema de assistência ao estacionamento, com a câmara de visão traseira de 180º, facilita as manobras. Quando o condutor engrena a marcha atrás, a câmara proporciona uma visibilidade ótima por detrás do veículo, exibindo no ecrã uma imagem com linhas de orientação.

 

Os clientes podem ajustar a temperatura no interior através do sistema de ar condicionado, de série. O vidro de isolamento térmico na secção traseira garante privacidade e reduz a quantidade de luz solar que entra no interior. As diversas configurações de bancos, na segunda e terceira filas, aumentam o conforto e a versatilidade.

 

Os sistemas de infoentretenimento “Multimedia Intelilink” e “Multimedia Intelilink Navi”, com touchscreen a cores e controlo por voz, garantem uma conectividade de última geração.

Os dois sistemas são compatíveis com os sistemas Apple CarPlay e Android Auto. A solução “Multimedia Intelilink Navi” integra um mapa de navegação europeu com apresentação em 3D.

 

Os novos serviços “OpelConnect” estão já disponíveis. Informações de suporte às viagens, além de uma ligação direta aos sistemas de assistência rodoviária e eCall garantem enorme tranquilidade a condutores e passageiros. Sempre que o sistema interprete uma tensão excessiva dos cintos de segurança ou a ativação dos airbags, gera-se uma chamada de emergência automática. O botão vermelho permite uma ligação manual, enquanto que o botão preto serve para efetuar a chamada de assistência, comunicando a localização do veículo.

Supereficientes: motores turbodiesel modernos de 75 kW/102 cv a 110 kW/150 cv

O Vivaro Combi integra um conjunto de motores turbodiesel simultaneamente potentes e económicos, com potências que variam dos 75 kW (102 cv) aos 110 kW (150 cv). Dependendo da potência, o binário máximo pode alcançar os 370 Nm (ver detalhes abaixo). Para uma redução superior das emissões de óxidos de nitrogénio, todos os motores têm tecnologia de pós-tratamento de gases de escape com sistema de redução catalítica seletiva (SCR). Cumprindo com a norma Euro 6d-TEMP não há limites para a mobilidade do Vivaro Combi.

 

Motor 1.5 Diesel 1.5 Diesel 2.0 Diesel 2.0 Diesel
Potência 75 kW / 102 cv 88 kW / 120 cv 90 kW / 122 cv 110 kW / 150 cv
@ rpm 3.500 3.500 3.750 4.000
Binário máximo 270 300 340 370
@ rpm 1.600 1.750 2.000 2.000
Norma de emissões Euro 6d-TEMP Euro 6d-TEMP Euro 6d-TEMP Euro 6d-TEMP
Transmissão Manual de 6 velocidades Manual de 6 velocidades Automática de 8 velocidades Manual de 6 velocidades

 

Consumos (NEDC) em l/100 km1

Urbano 5.4-5.3 5.3-5.2 6.4-6.2 6.6-6.1
Extraurbano 4.8-4.7 4.7-4.6 5.4-5.2 5.4-5.0
Combinado 5.1-4.9 4.9-4.8 5.7-5.6 5.8-5.4
CO2 combinado, g/km 133-129 130-126 152-148 152-142

 

Consumos (WLTP) em l/100 km2

Combinado 7.2-6.1 7.1-6.0 7.8-6.9 7.8-6.8
CO2 combinado, g/km 186-159 185-158 204-179 206-179

 

1 Os valores de consumos de combustível e de emissões de CO2 apresentados foram calculados segundo a metodologia de teste do protocolo WLTP, e os valores relevantes são reconvertidos em NEDC apenas para permitir a sua comparação com outros veículos, de acordo com a regulamentação R (EC) No. 715/2007, R (EU) No. 2017/1153 e R (EU) No. 2017/1151.

 

2 Os valores de consumos de combustível e de emissões de CO2 apresentados foram calculados segundo a metodologia de teste do protocolo WLTP (R (EC) No. 715/2007, R (EU) No. 2017/1151).